Por essa os fãs da atriz Gabriela Spanic, que interpretou a vilã Paola e a mocinha Paulina na novela megassucesso de audiência “A #usurpadora”, do #SBT, revelou para seus seguidores uma situação que poderia tê-la matado no passado. Segundo a atriz, durante uma entrevista para o "Programa do Porchat", da Record TV, que foi ao ar na segunda-feira (8), no ano de 2010, uma pessoa próxima à ela tentou matá-la. Tudo poderia ter sido um acontecimento fatal se ela não fosse mais esperta.

Apesar de o episódio ser antigo, a atriz revelou que ainda lembra-se com detalhes de como tudo aconteceu. Gabriela é aclamada até hoje pelo público mexicano e, principalmente, brasileiro, por sua atuação em "A Usurpadora".

Publicidade
Publicidade

A novela já foi reprisada inúmeras vezes pelo SBT, entrando para o ranking de reprises de "sucesso" compradas por Silvio Santos.

Gabriela disse para Fábio Porchat que ela e sua família foram envenenadas por uma assistente sua, que trabalhava em sua casa também. De acordo com a atriz mundialmente famosa, a criminosa colocava amônia na comida dela e de sua família.

"Ela envenenou a mim e outras pessoas. Era a minha assistente. Envenenou minha mãe, minha irmã, meu filho, que tinha um ano e meio, a mim e minha assessora", lamentou a artista.

A suspeita na época é de que tudo tenha acontecido em um período de seis meses. A atriz agradeceu a Deus por estrar viva, pois acredita que apenas um milagre a salvou. A assistente, na época, foi condenada.

Contudo, a Justiça mexicana a liberou após dois anos de prisão.

Publicidade

A trama foi descoberta por conta de um médico que notou alterações nos exames da família Spanic.

Gabriela até hoje lamenta o ocorrido e acredita que ela cometeu um erro por contratar uma “psicopata” para trabalhar ao seu lado. Segundo estatísticas fornecidas pela intérprete da usurpadora, apenas 15% da população mundial tem problemas psicológicos graves e nunca se sabe de imediato quem tem um distúrbio que a instigue a matar pessoas.

Apesar de ter feito tratamentos para se curar do ocorrido, Gabriela Spanic falou que seu corpo sente o resultado do crime até hoje. "Há sequelas em nossos corpos", contou. Por meio das redes sociais da atriz, muitos fãs lamentaram o ocorrido e apoiaram a atitude dela em falar.

"Que horror... Que pena que ficou presa tão pouco tempo. Dá para ver que a vida humana não vale nada para esses juízes", comentou um seguidor. "Justiça imparcial nunca vai existir. Me deixou com raiva...", disse outro fã. #Televisão