Gabriela Spanic é uma das atrizes mais conhecidas do mundo. O sucesso dela conseguiu romper barreiras e suas novelas gravadas no México conseguiram dar alta audiência aqui no Brasil. A mais famosa delas, sem dúvidas, é 'A #usurpadora', exibida sete vezes pela emissora de Silvio Santos, o SBT. No folhetim, ela vivia duas irmãs, Paulina, a pobre e boa, e Paola Bracho, a rica e má. O que muitos não sabem é que Gabriela já passou por momentos verdadeiros difíceis em sua vida pessoal. A atriz relembrou desses momentos nesta segunda-feira, 8, em entrevista ao humorista Fábio Porchat, da Record TV. De acordo com ela, Maria Celeste, sua assistente, tentou matá-la envenenada.

Publicidade
Publicidade

Gabi explicou ainda detalhes de como tudo aconteceu e acabou chocando muitos telespectadores.

Spanic disse a Fábio Porchat que ela tem que agradecer a Deus por continuar viva e que foi vítima de uma mulher que ela chama de psicopata e criminosa. Ela ainda deu um parecer sobre sua parte sentimental após o episódio. "Eu peço a Deus que não a encontre na rua. Agradeço todos os dias que estou viva. Quando vejo meu neném, que esta com oito anos, e ele sorri para mim eu falo, graças, meu Deus", disse ela ao comediante da emissora de Edir Macedo. O envenenamento da assistente era praticado aos poucos e não atingia apenas a atriz de 'A Usurpadora'. Ela conta que sua mãe, funcionários e até o seu filho pequeno acabaram sendo vítimas da ação criminosa, que na época ganhou as manchetes dos principais veículos de comunicação do México e do mundo.

Publicidade

O envenenamento durou seis meses e aconteceu no ano de 2010.

A assistente teria usado o cloreto de amônia para realizar o envenenamento. De acordo com a atriz, após se sentirem mal, todos passaram por exames e os médicos descobriram que os índices no corpo deles de cloreto de amônia estavam altíssimos. Os especialistas acabaram concluindo que apenas um fator externo poderia explicar o fato de todos terem mudado as suas condições sanguíneas. Segundo Gabriela Spanic, as consequências disso ainda podem ser sentidas no corpo de todos. As sequelas foram realmente graves.

A assistente acabou sendo presa pelo envenenamento e durante dois anos ficou reclusa. No entanto, uma outra atriz famosa do México, a deputada federal Carmen Salinas, acabou deixando a cadeia. Gabriela disse que nem pronuncia o nome da famosa devido à raiva que sente.

Deixe seu comentário sobre esse assunto. Ele é sempre importante. #SBT