Gafes jornalísticas costumam acontecer a todo momento, porém, quando se trata de um grande veículo de comunicação apresentado por um jornalista de destaque nacional, a coisa muda totalmente de figura.

Nem sempre é fácil apresentar um jornal sem comentar certos erros, até porque muitas notícias acabam saindo na última hora, “obrigando” os apresentadores a usarem todo o seu “jogo de cintura” em frente às câmeras.

#William Bonner é famoso por apresentar o #Jornal Nacional da #Rede Globo em horário nobre. O ex-marido de Fátima Bernardes nem sempre comete erros, sendo conhecido como um dos mais respeitados da TV brasileira.

Porém, como todas as pessoas William é humano e comete erros.

Publicidade
Publicidade

Na abertura do Jornal Nacional dessa quarta feita, o apresentador acabou chamando Michel Temer de “ex-presidente”, o que gerou grande alvoroço.

O erro foi percebido quando o apresentador anunciava uma notícia envolvendo um esquema de corrupção e rapidamente os internautas de plantão começaram a comentar sobre o assunto.

Comentários do tipo: “William Bonner no maior ato falho da história” inundaram as redes sociais. Até mesmo o ex-ministro Alexandre Padilha comentou sobre o erro do apresentador no Twitter.

Entenda

William estava falando sobre a mesada milionária que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha teria recebido. Todos os pagamentos ilícitos foram monitorados pela Policia Federal, onde com autorização da justiça os agentes seguem os principais alvos fazendo filmagens e gravações ambientais a fim de descobrir valores ilícitos.

Publicidade

Outra saia justa

Não parou por aí. A partir da entrada direto de Brasília de Zileide Silva, foi possível perceber um manifestante segurando uma faixa que dizia “Eu votei na Dilma”. Em uma tentativa desesperada de cortar a manifestante de cena, a produção tentava tirá-la de cena, porém, a mulher sempre “dava um jeitinho” e acabava conseguindo ser novamente enquadrada na imagem. A frase na verdade é uma brincadeira com as camisetas “Eu votei no Aécio”, usada pelo craque Ronaldo durante o impeachment de Dilma Roussef.

Mais uma vez jornalistas da emissora acabaram cometendo uma gafe ao vivo. Apesar do erro, os telespectadores se divertem e agradecem o ocorrido, já que esse tipo de acontecimento acaba virando assunto durante dias na internet.

Vale lembrar que, de forma alguma, esse simples erro tira a meritocracia de Willian Bonner que é considerado um dos maiores apresentadores e jornalistas do país com vários anos de experiencia no comando do Jornal Nacional.