Como está acontecendo agora com #Eliana, o descolamento da placenta faz com que suas vítimas vivam dias de verdadeiro pânico, porém, o desfecho pode ser como qualquer mãe sempre sonhou. O portal “UOL” resolveu falar um pouco com duas mães que, durante suas gestações de risco, tiveram exatamente o mesmo problema grave que a apresentadora do #SBT. Contudo, apesar de toda a dor e receio, seus bebês nasceram muito saudáveis, pelo que há todos os motivos possíveis para Eliana poder se manter esperançosa que, no final, tudo vai dar certo. “Só me levantava para usar o banheiro e tomar banho, mas salvei a vida do meu filho”, confessou de forma muito orgulhosa Aline Leite, de apenas 26 anos.

Publicidade
Publicidade

De fato, há pouco mais de uma semana, Eliana gerou uma enorme corrente de preocupação por causa do risco de poder abortar do seu bebê, tudo porque foi detectado que ela tinha um descolamento da sua placenta, algo que a obriga a ficar em repouso absoluto para aumentar as chances da sua filha Manuela nascer completamente saudável.

Foi precisamente isso que aconteceu com as mães Glauciana Nunes e Aline Leita que, em fases diferentes da gestação, descobriram que tinham um descolamento da placenta. “Ao todo, foram dez dias de internação pós-parto e 20 dias em repouso na volta para casa. “Até hoje, preciso tomar medicação diária para manter a pressão estabilizada, pois ela não volta”, confessou de forma muito direta Glauciana, ao mesmo tempo que mostrava, muito sorridente, seu bebê para os jornalistas.

Publicidade

Na primeira mensagem que Eliana escreveu para todos os seus seguidores, a apresentadora não conseguiu esconder o enorme pânico que estava sentindo com a possibilidade de poder perder a sua filha, uma reação que foi muito semelhante a Aline Leite. “Entrei em pânico, mas o meu pequeno Cristian nasceu saudável e tem 1 ano e 4 meses”, garantiu, muito contente e orgulhosa a jovem mãe, tendo admitido também que teve de ficar dois meses deitada, tendo apenas se levantado para fazer o mínimo.

Ao que tudo indica, os próximos meses também podem ser assim para Eliana que, internada, foi proibida de receber visitas, sendo acompanha por uma equipe de enfermeiros 24 horas por dia. Nas redes sociais, muitos brasileiros estão torcendo e rezando para que, e como aconteceu com essas duas mães, Eliana consiga ultrapassar esses dias de pânico para que, no final, a pequena Manuela possa ser o mais saudável possível. #Gravidez