A vencedora da 17ª edição do Big Brother Brasil, #Emilly Araújo, e sua irmã gêmea Mayla Araújo, que também participou do programa, andam enfrentando uma série de dificuldades depois do BBB. Diferentemente dos demais brothers e sisters, as gaúchas vem participando de eventos nos quais não são pagos os famosos cachês.

Emilly, que frequentemente é convidada para shows e festas badaladas, carrega Mayla a tira colo e elas apenas se divertem gratuitamente, sem pagar e também sem receber nenhuma quantia em dinheiro. Embora algumas participações como presença VIP rendam cerca de R$ 20 mil à campeã do BBB17, esse tipo de convite tem sido raramente proposto.

Publicidade
Publicidade

Passeios de lancha, participações especiais em shows famosos e ingressos para camarotes estão entre os presentes que as gêmeas estão ganhando graças à fama. Emilly, que ainda não colocou a mão no prêmio de R$1,5 milhão relativo a sua participação e vitória no reality show, recentemente se mudou com juntamente com a família para o Rio de Janeiro, onde, esperançosa, aguarda receber convites para outros trabalhos na Rede Globo.

Ela, que já declarou ter como maior desejo se tornar uma atriz de sucesso, como a ex-BBB Grazi Massafera e atuar em alguma novela da emissora, está sendo bastante cotada para participar da nova fase de “Malhação, Viva a Diferença”, porém, até o momento, nada foi confirmado pelos diretores e produtores da novela.

BBB17

Tida como a edição mais rentável e polêmica de todas as 16 anteriores produzidas por Boninho para a emissora carioca, o BBB17 saiu das telas para se tornar assunto de polícia.

Publicidade

Exclusivamente apresentado por Tiago Leifert, o reality show mais assistido do país contou com o protagonismo da campeã Emilly e do cirurgião plástico Marcos Harter.

Eles, que desde os primeiros dias de confinamento iniciaram uma relação amorosa, se tornaram alvo de investigação da polícia após Marcos agredir a namorada dentro da casa. Tudo aconteceu durante uma discussão na madrugada do dia 10 passado.

Emilly discutia o comportamento de Marcos e provou a ira do cirurgião, que, incomodado com a indagação da namorada, disparou inúmeros insultos à ela, enquanto brutalmente a segurava pelos braços. A atitude foi reprovada pela produção do programa, que decidiu expulsar Marcos do reality.

Fora do jogo, ele foi ouvido pela delegada-titular Viviane Costa Ferreira da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, no dia 12, acusado de violência contra a sister. Emilly, que deixou o programa dia 13, se apresentou à Deam no último dia 17, acompanhada pela irmã. O caso segue na Justiça. #Emilly e Marcos #Mayla e Emilly festa