A campeã do Big Brother Brasil 2017, Emilly Araújo, envolveu-se em mais uma polêmica nessa última terça-feira, 16. A gêmea firmou negócio com um quiosque do BarraShopping, da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, que tem uma franquia de relógios licenciados pelo jogador Ronaldinho Gaúcho. A franquia daria dois relógios para a gaúcha e em troca queria a campeã do #BBB 17 tirasse fotos com os representantes da marca e que as imagens fossem postadas nos perfis oficiais, nas redes sociais. A filha de Volnei Alves aceitou o acordo, porém, a negociação foi feita apenas através das palavras e não houve nada assinado. Momentos depois, a advogada de #Emilly apareceu no quiosque pedindo que as imagens da jovem fossem retiradas da rede social da empresa e dizendo que o negócio estava desfeito.

Publicidade
Publicidade

Sem entender muito bem o que estava acontecendo, os representantes da marca de relógio concordaram que iriam retirar a postagem e que o trato estava desfeito. Um responsável até postou nas redes sociais que Emilly devolveu os dois relógios em perfeitas condições, mas que não entendia o porquê dela ter voltado atrás na negociação.

Não temos conhecimento de qual motivo, então a advogada dela esteve de volta em nosso quisque solicitando retirada do post imediatamente, isso foi feito, o que gerou muitas dúvidas e uma baixaria em nosso Instagram oficial da marca”, conta o post da marca de relógio, em seu perfil oficial em rede social. Os representantes da marca lembram que muitos seguidores ficaram revoltados com o fato e perguntaram sobre se a campeã do BBB foi justa e devolveu os dois objetos.

Publicidade

A marca diz que sim, que Emilly enviou uma pessoa de sua assessoria com os dois objetos.

Depois da polêmica, a marca de relógios disse que não tem mais interesse em fazer nenhum tipo de acordo ou negociação com Emilly Araújo, pois, de acordo com a assessoria da empresa, eles nem sequer receberam um comunicado da gêmea ou de algum representante dela para explicar o motivo que a fez desistir da negociação, momentos depois que as duas partes entraram em acordo e ela foi para casa com os relógios. A marca também conta que, depois de algumas horas com a foto da gêmea em seu perfil de rede social oficial, a presença da gaúcha no quiosque não gerou nenhum tipo de procura a mais do que o normal, ou seja, a publicidade acordada entre as duas partes não impulsionou nenhum tipo de venda a mais que o habitual na loja. Emilly, até agora, não se pronunciou em suas redes sociais sobre o que aconteceu naquele dia e nem sobre os motivos que a fizeram desistir do acordo. #Emilly BBB17