Há cerca de três meses um #ex-BBB trouxe à tona uma agressão covarde e cruel. Segundo seu relato no Facebook, ele conhece o autor da agressão que quase o levou a óbito, desde que nasceu, e aponta o homem como um covarde que domina várias artes marciais, muito mais forte do que ele, e que ainda usou de covardia, um cabo de aço, e o sufocou o quanto quis. Só parou depois de 20 minutos, quando em outro ato de covardia, correu para um Uber que já o esperava na porta de sua casa.

O ex-BBB que relatou o caso de #Violência é #André GAbeh, que hoje vive um grande drama. Ele participou da primeira edição do Big Brother Brasil, cujo vencedor foi o polêmico Kleber Bambam, que hoje atua como modelo fitness.

Publicidade
Publicidade

André Gabeh foi um dos que manteve alguns holofotes direcionados para si depois que saiu da casa.

Este caso aconteceu há cerca de três meses (veja o relato completo do cantor e ex-BBB ao final da matéria), mas ganhou novos ares neste domingo (28). O jornal EXTRA, revelou o que aconteceu com Andre depois das agressões. Ele, que é cantor, disse que por ter afetado as vias nasais e suas cordas vocais, a violência o deixou sem poder trabalhar. Andre resolveu se dedicar nestes três meses a tarefas de bastidores do seu novo CD, cuja realização só foi possível devido a um financiamento coletivo, promovido por André, e que contou com apoio de amigos e internautas anônimos.

Para voltar a cantar, André Gabeh, 42, precisa de uma cirurgia que não tem como bancar na rede privada de hospitais. Então o ex-BBB aguarda a cirurgia pela rede pública de saúde, o SUS.

Publicidade

A cirurgia tem o objetivo de corrigir o septo nasal que foi ferido durante as agressões.

Relembre o caso

Segundo o relato de André Gabeh, um parente, conhecido desde que nasceu, aproveitou que os pais do ex-BBB se ausentaram e entrou em sua casa. Ele diz que o homem, que não citou o nome, entrou e começou a estrangulá-lo usando um cabo de aço, numa tentativa de assassinato covarde, André relatou que por várias vezes implorou por sua vida. Segundo conta, o motivo da agressão foi por ódio, psicopatia e rivalidade, sem dar muitos detalhes. Essa porém, não havia sido a primeira oportunidade que o agressor atentaria contra a saúde do ex-BBB, mas da primeira vez ele não registrou ocorrência.

Desta vez, os danos foram muito maiores, as agressões lesionaram o nariz, cordas vocais e o pescoço, além de suas costelas. Por isso, Gabeh teve de paralisar seus trabalhos de divulgação do CD. Ele ainda lamentou na recente entrevista ao jornal EXTRA, que seu parente ainda não foi preso.

Desde as agressões, André tem usado remédios psiquiátricos e diz que só sai de casa acompanhado, por ter adquirido síndrome do pânico.

Veja abaixo fotos do artista desde a primeira edição do Big Brother Brasil e ao final, seu relato sobre as agressões: