Na madrugada da última terça-feira (23), o ex-empresário do #Cantor #Cristiano Araújo foi assassinado. Conhecido como Didi Latino, a vítima foi alvejada com quatro tiros. Didi foi encontrado na Rodovia Rio-Santos, próximo a Mangaratiba no Rio de Janeiro. Os policiais militares que socorreram o ex-empresário do cantor sertanejo disseram que Didi andava às margens da rodovia no momento em que foi encontrado. Os agentes ainda disseram que suas roupas estavam ensanguentadas após Didi ser ferido.

O que mais chamou atenção no caso que está sendo investigado pelas autoridades fluminenses é que Didi não soube explicar o que havia acontecido com ele no momento em que foi abordado pelos policiais ainda com vida.

Publicidade
Publicidade

Didi chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos causados pelos quatro tiros que ele recebeu. O crime permanece ainda um mistério, pois o ex-empresário foi encontrado em uma rodovia andando sozinho durante a noite.

A relação de Didi com o cantor Cristiano Araújo era bem amigável, e os dois até posavam para fotos juntos, mostrando que a relação entre empresário e cantor era além da profissional. Com a morte de Cristiano Araújo há quase dois anos, o empresário ficou abalado ao perder um grande amigo. A morte de Cristiano chocou todo o Brasil após o cantor morrer no auge de sua carreira explodindo em todos os cantos. O cantor sertanejo morreu após voltar de um show em Itumbiara, em um acidente de trânsito. O carro em que Cristiano Araújo estava com sua namorada saiu da pista e capotou.

Publicidade

Além do cantor sertanejo, sua namorada Allana Moraes também faleceu no local.

O ex-empresário de Cristiano Araújo, Didi Latino, também era compositor e morreu com 32 anos no Rio de Janeiro. Uma prima de D’Stefany Vaquero Lima que não quis ser identificada deu entrevista ao portal de notícias G1 sobre o que pode ter acontecido com Didi Latino. A mulher disse que o compositor recebeu uma ligação sobre alguém que estava interessado em comprar o imóvel de Didi que ficava em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. A prima dele relatou que Didi estava ficando em um hotel na capital, e que após receber essa ligação, o compositor foi dirigindo em direção a Angra dos Reis para mostrar o apartamento a um potencial comprador.

A mulher não soube dizer se o incidente aconteceu antes ou depois que Didi foi até Angra dos Reis. A prima do ex-empresário de Cristiano Araújo disse que a família está em choque com tudo que aconteceu, seus familiares estão sofrendo muito com a perda do ente querido. O enterro de Didi aconteceu nesta última quarta-feira (24) em Goiânia, no Cemitério Jardim das Palmeiras.