Marcos Harter é um dos ex-participantes da décima sétima edição do 'Big Brother Brasil' que mais sucesso fez, após deixar o reality show da Rede Globo de Televisão. Ele deixou a casa mais vigiada do Brasil e a briga por R$ 1,5 milhão. Marcos ficou marcado por conta da polêmica expulsão da atração. Ele foi acusado de bater em Emilly e, por isso, deixou o confinamento. Apesar de ser acusado de uma agressão contra um mulher, Harter despertou em muitas representantes do sexo feminino uma tremenda paixão. Uma delas, inclusive, desdobrou-se para fazer uma festa em homenagem ao ex-competidor, que agora está com problemas na justiça.

Uma moça, identificada como Danúbia, fez postagens na internet mostrando tudo o que preparou para o homem que se diz fã.

Publicidade
Publicidade

Ela tem posts em tamanho grande com o rosto do cirurgião plástico e decidiu fazer dele o seu tema de aniversário. Com um único detalhe, o nome do ex-BBB apareceu completamente errado no bolo e, nas redes sociais, o povo não perdoou, fazendo a moça passar por uma grande humilhação. "Meu Deus, a pessoa só pode ter fugido da escola", chegou a escrever um internauta na rede social de Danúbia. Ao invés de Harter, o nome do homem que parecia ter conquistado o coração de Emilly Araújo no BBB estava com trema no 'A' e sem a letra 'R'. "Essa é tão fã que sequer sabe escrever o nome do seu ídolo.

Em uma mensagem publicada no Instagram, Danúbia brincou com a situação e disse que foi uma pena terem estragado o nome do homem que foi eliminado na última semana do BBB. Ela ainda emendou dizendo que o bolo, mesmo assim, teria ficado muito lindo.

Publicidade

Marcos não chegou a comentar a situação em uma matéria sobre o caso feita pelo portal de notícias UOL.

Polêmica na justiça e chance de prisão

Muito mais do que um sobrenome errado, Marcos Harter tem coisas sérias para se preocupar. Isso porque ele foi indiciado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, sob a acusação de violência doméstica. A conclusão feita pela Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, foi que houve sim agressão por parte do cirurgião plástico para com Emilly. A acusação é baseada na famosa Lei Maria da Penha. Marcos pode pegar até três anos de prisão caso seja condenado pela justiça. Além do indiciamento da polícia, o Ministério Público de Estado do Rio de Janeiro também fez um queixa formal à justiça contra o comportamento de Harter, pedindo também que ele seja punido pelos seus atos no BBB. #Big Brother Brasil #BBB 17