Fani Pacheco é uma das ex-participantes mais conhecidas do 'Big Brother Brasil'. No reality show apresentado na época por Pedro Bial, Fani fez um trio amoroso, ao lado de Diego Alemão e de 'Siri'. Até hoje, a loira é considerada um símbolo sexual, mas, de uns tempos para cá, ela engordou bastante. Com o novo corpo, Fani garante que está recebendo muitas cantadas. Aos 34 anos, no entanto, ela decidiu relembrar alguns dos momentos de seu passado e sobre como ser um símbolo sexual é algo muito ruim. Em entrevista ao portal de notícias R7, publicada nesta segunda-feira (22), a loira confessou que sofreu muito preconceito. Ela revela que muitas pessoas acreditavam que estava se prostituindo.

Publicidade
Publicidade

O que aconteceu com Fani Pacheco após o BBB?

De acordo com a celebridade, muitas pessoas falavam mentiras sobre ela. Uma delas é a de que ela seria uma garota de programa, o que não é verdade, nem nunca teria sido. "(...) porque 90% das famosas estilo 'gostosona', ex-BBBS, panicats etc, são garotas de programa, sim. E eu sofri preconceito por isso. As pessoas falavam: 'Ela é 'piranha', é prostituta. Está se mantendo na mídia como?", lembrou a mulher que foi uma das escolhidas pelo diretor Boninho para estar na casa mais vigiada do país.

Apesar de negar algum dia de sua vida ter feito sexo por dinheiro, a famosa disse que defende as mulheres e que é muito feminista. De acordo com ela, uma coisa é fazer uma presença vip em um lugar, a outra é isso estar ligado à prostituição.

Publicidade

Ela ainda pediu licença para viver como bem entender. Segundo a famosa, o tempo todo ela briga pelo que chama de integridade moral. Fani ainda reclama de ter sofrido muito preconceito por conta do seu passado como ex-BBB.

Veja abaixo o vídeo em que Fani faz as declarações polêmicas. As imagens conseguiram mais de 60 mil visualizações apenas no YouTube.

Emilly apronta todas após o BBB 17

A última edição do 'Big Brother Brasi', a de número 17, teve Emilly Araújo como a grande vencedora. A atração teve uma grande polêmica na reta final, quando Marcos Harter foi expulso por agressão. Após o fim do 'BBB', Marcos acabou sendo indiciado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. Ele é acusado, com base na Lei Maria da Penha, por prática de violência doméstica. Por vídeos, laudo médico e o próprio depoimento de Emilly, a polícia constatou que realmente existiu uma agressão.

E você, o que achou da opinião da ex-BBB? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes. #Famosos