A blogueira Luanara Campos mostrou-se muito feliz após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), em soltar o empresário #Eike Batista, concedendo-lhe prisão domiciliar. Luanara é nora de Eike, namora desde 2014 Thor Batista, filho mais velho do empresário. Com um público de 20 mil seguidores na rede social "Instagram", a moça não poupou a felicidade e ainda deu um recado para os "inimigos".

Em seu texto, Luanara mostra que está muito feliz após ter passado juntamente da família momentos muito difíceis com a prisão do milionário. Ela enaltece o mês de maio pedindo que traga muitas coisas boas em sua vida e ainda agradece o apoio dos fãs, que sempre torceram por ela e que "entendem" a situação.

Publicidade
Publicidade

Para os seus "inimigos", na qual ela colocou como "julgadores", a modelo pede que eles tenham mais cuidado ao ler noticiários e que "aprendam" a ler as reportagens. Ela enfatiza que pessoas julgam sem ter conhecimento "de nada" e que esse papel seria apenas do "todo poderoso". Para comemorar a felicidade da família, Luanara Campos postou uma foto na qual está deitada em uma lancha.

Quem também utilizou sua conta no Instagram para comemorar a libertação de Eike, foi Thor. O filho mais velho da família postou um noticiário afirmando que o ministro do STF #gilmar mendes concebeu a libertação de Eike, transferindo-o para o regime domiciliar. Na legenda da publicação, Thor escreveu "yes", outras pessoas também comentaram apoiando o rapaz. Maiz de Oliveira, sobrinha de Luma de Oliveira, disse nos comentários que esta seria a hora de "matar a saudade" de Eike.

Publicidade

Prisão

No dia 13 de janeiro, Eike Batista recebeu o pedido de prisão, porém como estava em viagem no exterior, acabou sendo preso apenas no dia 30 daquele mês. Em determinação do juiz da 7° Vara Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, Eike foi preso na Operação Eficiência, um das fases da Operação Lava Jato.

Neste mês de abril, o ministro Gilmar Mendes atendeu um pedido da defesa de Eike e aceitou a liberação do acusado. No último domingo (02), Eike já estava livre da cadeia, e conseguiu se reencontrar com a família. Ele é acusado de participação em organização criminosa, #Corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Eike pagou cerca de US$ 16,5 milhões em propina para ter vantagens nos negócios.

Em prisão domiciliar, Eike poderá ter visitas surpresas da Polícia Federal e será monitorado através da tornozeleira eletrônica.