Toda crianças que viveu sua infância entre os anos 90 e 2000 certamente irá se recordar dos desenhos animados que eram transmitidos nas TVs abertas e dos seriados de comédia e ação que adoravam.

Um desses seriados de ação, que tinha uma audiência enorme, era os "Power Rangers". Até hoje a serie possui episódios inéditos, sendo possível assistir nos canais Band e Cartoon Network, além dos serviços de streaming Claro Vídeo e Netflix. Inclusive, um filme sobre os heróis foi lançado recentemente.

Dentro de todo o elenco de Power Rangers, havia sempre um protagonista. Na grande maioria das temporadas, era o ranger vermelho que costumava ser o cabeça de sua equipes

Tommy é um dos maiores rangers de todos os tempos.

Publicidade
Publicidade

No começo dos seriado, é um ranger do mal. Após ser enfeitiçado, ele consegue se curar e junta-se aos outros rangers. Tem um amor incondicional por Kimberly desde os primeiros episódios. Tommy também continuou em outras temporadas, fazendo diversas aparições como ranger vermelho e verde.

Mais uma vez vimos um exemplo da vida imitando a arte. Nos últimos dias, um famoso portal de notícias escreveu sobre um caso curioso que aconteceu. No último dia 25 de maio, foi preso um homem com armas em um grande evento nos Estados Unidos. Matthew Sterling, 31 anos, tinha como meta principal de seu ataque acabar com os "policiais ruins". Ele se dizia ser um grande fã do Justiceiro, um personagem de histórias em quadrinhos da Marvel e que fez grande sucesso no combate ao crime organizado da ficção.

Quando foram investigar mais afundo esse curioso caso, encontraram em sua casa vestígios de um plano para tentar matar o ator Jason David Frank, que tem como personagem principal de sua carreia o ranger verde, de Power Rangers.

Publicidade

Frank estava no local do evento trabalhando com presença VIP, sequer ficou sabendo do ocorrido e que sua vida estava em perigo por alguns instantes.

No momento de sua prisão, o acusado portava diversas armas de fogo, além de possuir um grande arsenal em sua residência. Sterling também confessou saber de todas as leis de proibição para o uso dessas armas, mas que essas leis não se aplicavam a ele, já que era o verdadeiro Justiceiro. Foi nesse momento que confessou a tentativa de vingança de uma celebridade, justamente o ranger verde.

O julgamento de Sterling está marcado para o mês de junho. Ele foi acusando por tentativa de assassinato e sua fiança está estipulada em mais de US$ 1 milhão. #Power Ranger #Violência #Morte