O apresentador de televisão Luciano Huck, que apresenta o programa Caldeirão do Huck na Rede Globo, negou ter apagado fotos onde aparece junto com o senador #Aécio Neves (PSDB-MG), que recentemente vem sendo investigado na Operação Lava Jato, após delações da #JBS.

Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo”, o apresentador diz ser amigo de Aécio há 17 anos e contraria todos os boatos que surgiram na internet. Internautas o vem criticando por ter supostamente apagado fotos com o senador. Nas imagens, ambos apareciam em um iate, de propriedade de #Luciano Huck, avaliado em R$ 30 milhões.

Segundo o apresentador, não haveria qualquer motivo para ele apagar as imagens de suas redes sociais e que essas imagens nunca foram postadas em suas páginas, nem em seu Instagram.

Publicidade
Publicidade

A Folha fez uma varredura no Instagram do apresentador e, constatou que até a tarde de ontem, quarta-feira (24), teria um total de 2.080 fotos postadas na conta de Luciano, com artistas nacionais e internacionais, porém, nem uma com Aécio Neves. O que de certa forma confirma as declarações de Huck ao site.

Luciano ainda informou que as imagens que vem circulando na web teriam sido postadas nas redes sociais do tucano, que atualmente está afastado do Senado e corre risco de prisão devido as investigações da Lava Jato.

Em meio as especulações de que iria se candidatar à Presidência da República nas eleições de 2018, Luciano Huck negou a possibilidade de concorrer nas eleições.

Luciano se mostra decepcionado com as revelações sobre Aécio

Quando foi questionado pela Folha se sabia a origem das fotos e quando teriam sido tiradas e postadas nas redes sociais, o apresentador negou.

Publicidade

Ressaltou que todas as imagens eram muito antigas e que o que podia confirmar é que não teria apagado foto alguma que tivesse relação com os acontecimentos da semana que passou.

O apresentador ainda se mostrou triste com as proporções que as investigações tomaram e com as revelações sobre Aécio Neves. Huck ainda esclareceu que não costuma misturar as coisas e sabe diferenciar amizade de política. Luciano também afirmou não possuir nenhum tipo de relação com outros investigados pela operação, exceto com o senador Aécio.

Aécio nega as acusações da JBS

Após toda a polêmica envolvendo o senador, Aécio se viu obrigado a dar explicações. Em vídeo divulgado em suas redes sociais, ele negou ter pedido R$ 2 milhões em forma de propina a Joesley Batista, dono da JBS. Confira o vídeo abaixo: