Um grande sambista foi dado como morto nesta sexta-feira, 5. O cantor Almir Guineto, de setenta anos, faleceu e vai deixar muitas saudades. Conhecido por ser fundador de um dos grupos mais conhecidos do país, o 'Fundo de Quintal', Almir estava internado em um importante hospital público da Zona Norte do Rio de Janeiro. Guineto era amigo de outros nomes #Famosos da música, como o cantor Zeca Pagodinho. Os dois eram muito amigos. A internação de Almir, segundo informações do jornal 'O Globo', aconteceu, inicialmente, graças a uma pneumonia. O cantor foi levado para um Hospital do Fundão, identificado como Clementino Fraga Filho. A universidade é universitária e faz parte da UFRJ, a Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

Doença exposta no ano passado

Apesar de ter sido internado com uma pneumonia, até o momento, a causa da morte do artista ainda não foi revelada. Não há qualquer confirmação também por parte da equipe do músico sobre o que teria motivado o seu falecimento. No ano passado, o sambista já tinha emitido um comunicado revelando que tinha outras doenças além da pneumonia. O jornal carioca lembra que o profissional da música sofria, por exemplo, de problemas renais crônicos. Isso o fez se afastar dos palcos. O músico é considerado um dos nomes mais importantes do chamado "samba da raiz". Ele esteve ao lado, ainda nos anos setenta, ao lado do grupo 'Fundo de Quintal'. Sucessos importantes do samba foram compostos por ele.

Tipos musicais conhecidos e elogiados

O jornal 'O Globo' lembra de músicas como 'Saco Cheio', 'Lama nas Ruas', 'Mel na Boca', dentre outras.

Publicidade

Além disso, a contribuição para a história do samba no Brasil também foi muito grande. O gênero musical entoado pelo cantor também ficou muito conhecido graças ao seu trabalho. Para realizar as apresentações, ele usava cavaquinho e banjo. Os instrumentos, até então, não eram utilizados no cancioneiro popular brasileiro.

Detalhes sobre a herança familiar do cantor

Em entrevista ao site do 'O Globo', um dos estudiosos e principais compositores do samba no Brasil, Nei Lopes, informou que Almir é de uma família bastante talentosa. Ele teria herdado esse dom de seu pai. O pai dele é Iraci Serra, conhecido por ser um dos especialistas em violão do Brasil.

E você, como acha que essa perda pode ser suprimida da canção popular brasileira? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes.