Nesta quinta-feira (11), o cirurgião plástico e ex-BBB Marcos Harter, de 37 anos, concedeu mais uma entrevista ao jornal carioca Extra e não fugiu de nenhum de seus assuntos polêmicos. Ele, que enfrenta um processo e está sendo investigado pelo Ministério Público como acusado de agredir a ex-namorada no Big Brother Brasil 17 Emilly Araújo, de 20 anos, durante uma discussão no programa global, foi categórico ao afirmar a equipe de jornalistas que não deseja encontrá-la “aqui fora”.

Indagado sobre o que mudou em sua vida após deixar o reality show, Harter contou que, no âmbito profissional, vem recebendo vários convites para atuar em outras clínicas estéticas e realizar cirurgias plásticas em diversos lugares do país.

Publicidade
Publicidade

Entusiasmado com o reconhecimento da profissão e o título de “médico do nariz perfeito” dado por seus pacientes, ele fez questão de falar sobre sua agenda e fez questão de afirmar que seus atendimentos aumentaram significativamente.

No decorrer da entrevista, o nome de Emilly foi novamente citado e o médico é questionado sobre se em algum momento houve o sentimento de injustiça quanto à denúncia de agressão. Sério, Marcos declarou que o caso ainda não foi encerrado na Justiça e que está agindo de forma transparente para que tudo se solucione. O médico disse que o que mais gostaria no momento é que a outra parte envolvida, Emilly, agisse da mesma forma.

Perguntado sobre como seria sua vida, caso pudesse voltar no tempo, o cirurgião declarou: ''Não insistiria tanto em fazer as pessoas aprenderem o que somente a vida aqui fora pode ensinar''.

Publicidade

A resposta, que soou como um possível arrependimento quanto a sua relação e intenso envolvimento com Emilly durante sua passagem pelo #bbb17, repercutiu de forma positiva diante de seus mais de um milhão de fãs e seguidores nas redes sociais.

Entenda o caso

Emilly e Marcos foram os protagonistas da décima sétima edição do Big Brother Brasil. Mantendo um relacionamento amoroso bastante conturbado desde os primeiros dias de confinamento, o casal levou a relação por meses, intercalando os sentimentos entre o amor e o ódio.

Constantemente discutindo pelos mais variados motivos, o casal teve sua última briga na madrugada do dia 10 de abril, durante a festa “Emoções”. Emilly, que indagava o namorado quanto ao seu comportamento diante da finalista Vivian, foi surpreendida por Marcos, que a encurralou na parede e disparou diversos insultos quanto à postura e caráter da namorada.

A cena, que foi vista por milhões de telespectadores, resultou na expulsão do médico do programa e culminou em um processo de agressão contra a mulher, intimando ambos a prestarem depoimento na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. #Emilly e Marcos #Marcos Harter