Depois que escreveu um grande texto no Facebook sobre seu relacionamento amoroso com #Emilly Araújo no Big Brother Brasil 2017 e de ter feito vários vídeos respondendo a fãs sobre o namoro com a gêmea, Marcos Harter voltou a se pronunciar sobre Emilly. Ele também falou sobre sua carreira como profissional da área da saúde e sobre o assédio feminino que ele recebeu depois que saiu do programa. Marcos contou que somente a vida vai ensinar Emilly a aprender a viver. De acordo com o médico, ele não quer mais mandar mensagens diretas à gêmea e o que ele queria passar para ela, ele já fez. O cirurgião diz que a sua mensagem já foi passada para a campeã do reality show.

Publicidade
Publicidade

“A mensagem que tinha já foi passada e a vida aqui fora vai continuar ensinando tanto a mim quanto a ela”, contou o cirurgião. Ele e Emilly ainda aguardam uma resposta da Justiça do Rio de Janeiro sobre uma denúncia feita pelo Ministério Público daquele estado sobre supostos abusos e agressões cometidos pelo cirurgião plástico contra sua ex-namorada, enquanto os dois participavam do #bbb17 - a direção do programa expulsou Marcos por causa disso. No entanto, segundo ele, apesar da polêmica, sua vida profissional deu um ‘boom’ e melhorou muito a procura por parte dos clientes, que agora não são apenas do seu próprio estado (Mato Grosso), mas sim de todo o Brasil.

“Tenho recebido muitos convites para operar em vários lugares do país”, conta o médico. Ele diz que não quer mais ter nenhum contato com a sua ex-namorada, no sentido de voltar com o relacionamento íntimo, e chegou a dizer até que “não quer encontrá-la”, fato que surpreendeu aos seus fãs e aos fãs da gêmea, já que Marcos, quando saiu da casa do BBB 17, disse publicamente que estava com o desejo de encontrar a gêmea novamente para ter uma última conversa, e essa conversa iria definir o destino da relação entre os dois.

Publicidade

No entanto, o médico passou a mudar de ideia quando surgiram denúncias de que Emilly pediu à direção do programa da Globo para que ele fosse retirado, por ter cometido agressões físicas e psicológicas contra ela.

Apesar de tudo, quando perguntado se sofreu injustiça nesse caso, Marcos diz que prefere não se pronunciar a respeito disso ainda, pois, de acordo com ele, é preciso que ele e a gêmea cumpram com os pedidos da Justiça do Rio de Janeiro para que o caso seja esclarecido o quanto antes e assim as pessoas acabem descobrindo o que aconteceu ou o que não aconteceu nesse caso. E no final da entrevista, o médico confirmou que de agora em diante dará total atenção à sua vida profissional. #Marcos Harter