Uma notícia divulgada pelo site 'A Folha Brasil' tem gerado grande indignação de muitos internautas. Ela afirma que um médico teria dito que nem Deus seria capaz de curar Marcelo Rezende. Não é verdade. O site parte de uma notícia verdadeira, cita nomes de relevância, mas no fim se 'embanana' ao tentar dizer que isso é verdade. A notícia foi criada justamente por um motivo, gerar cliques e produzir revolta na internet. Tudo isso, é claro, diante de uma triste informação verdadeira. Marcelo Rezende, que comandava o 'Cidade Alerta', na Record TV, está mesmo com um câncer. A enfermidade atingiu o pâncreas do comunicador, e, em seguida, pegou em cheio o seu fígado.

Publicidade
Publicidade

Ele, o próprio jornalista, deu essas informações ao 'Domingo Espetacular'.

Nem Deus pode curar Marcelo Rezende? Oi?

Religião e ciência não costumam se misturar, mas nem por isso um médico diria isso, já que provocaria grande polêmica e sua profissão ficaria em risco. De qualquer forma, decidimos averiguar se algum dado da informação do 'A Folha Brasil' batia com a verdade. A notícia cita que um tal médico, oncologista, teria dado tal informação. O médico é identificado como Augusto Nunes Carrara, quase o nome do personagem famoso de 'A Grande Família', conhecido por mentir, o inesquecível Augustinho Carrara. Tentamos fazer uma pesquisa pela internet para ver se esse doutor existia.

Para a não surpresa, nenhum oncologista com esse nome exatamente já deu entrevistas para a mídia brasileira ou internacional.

Publicidade

Há nomes parecidos e a impressão que fica é que quem escreveu pode ter juntado dois nomes verdadeiros de médicos, a fim de gerar alguma relevância ao tema. A reportagem ainda cita que o tal médico teria um doutorado na Leiden University, uma das mais respeitadas universidades da Holanda. Essa existe, mas não há nada sobre o oncologista.

A verdade sobre a doença de Marcelo Rezende

O que se sabe é que a doença de Marcelo, de fato, tem apenas 1% de chances de cura. Isso, no entanto, significa que seja impossível de acontecer, mas apenas que, de cada 100 pessoas que contraem esse mal, apenas um sobrevive. Os médicos que deram entrevistas sobre o caso falam que a torcida é para que o comunicador fique nesse pequeno grupo que se salva e não que Deus não seria capaz de salvar o apresentador. A expressão usada pelo site da internet lembrou uma fala do filme 'Titanic', quando um dos personagens diz que nem Deus seria capaz de afundar aquele navio.

Deixe o seu comentário. #Famosos