Quando um artista empresta o seu nome à uma marca famosa, a expectativa é que ele ganhe muito dinheiro, mas nem sempre é essa a realidade. Apesar dos cachês das celebridades serem altos, colocar o nome e a cara à frente de uma companhia pode prejudicar o seu nome para todo o sempre e é isso o que o ator Tony Ramos quer evitar.

#Friboi?" foi uma das frases mais repetidas das campanhas publicitárias dos últimos anos. O bordão na voz de Tony virou um verdadeiro fenômeno e ajudou a #JBS, empresa que administra a Friboi, a tornar-se a maior companhia de proteína do planeta. Tudo parecia muito bom, muito bem, até que apareceu um escândalo depois do outro.

Publicidade
Publicidade

O primeiro foi o da suposta carne podre e agora a empresa confessa que pagou propina para mais de 1.000 políticos brasileiros.

Tony Ramos não fará mais propaganda para a Friboi

Com isso, como fica a situação de #Tony Ramos? O profissional da dramaturgia, que pode ser visto no ar em Vade Retro, na Rede Globo, decidiu não fazer mais propagandas para a marca de carnes. De acordo com uma nota publicada na coluna Radar, do site da revista Veja, Tony Ramos ficou "melancólico" quando soube do novo escândalo envolvendo a empresa.

O ator também estaria triste e surpreso. O artista diz que não tinha a menor ideia de que a empresa que administra a Friboi teria participado na compra de inúmeros políticos. A revelação para lá de capciosa foi confirmada por ninguém menos do que o dono da companhia, o empresário Joesley Batista.

Publicidade

Em delação premiada dada à Procuradoria-Geral da República, Joesley informou, inclusive, que o presidente da República, Michel Temer, teria dado aval para que uma mesada fosse paga ao ex-deputado federal Eduardo Cunha, do PMDB. O objetivo seria um só, manter o político calado.

Ator já chamou advogados

Segundo a coluna Radar, Tony Ramos teria afirmado que “não há mais clima para continuar a fazer filmes para a empresa”. O ator da Rede Globo ainda tem contrato com a marca, mas não quer mais que sua imagem apareça na televisão, sites, jornais etc.

Por isso, o famoso chamou os seus advogados para uma reunião que acontecerá nesta semana. Nesse encontro, Ramos vai decidiu como vai sair da empresa. Nesse caso, um processo não é descartado.

A posição do famoso diante do primeiro escândalo da empresa neste ano tinha sido outra. A mesma Friboi era uma das marcas citadas na Operação Carne Fraca. Nessa operação, empresas foram acusadas de vender carne imprópria. O ator defendeu a empresa na oportunidade.