Roger Waters, músico inglês, baixista e vocalista fundador do lendário conjunto de rock progressivo e psicodélico Pink Floyd, lançará em junho um novo disco, cujo título é "Is This the Life We Really Want? " na tradução "Essa é a vida que realmente queremos?"

O detalhe do disco é que em seu perfil oficial no Facebook, Waters fez uma montagem na capa do mesmo com a foto do Presidente Michel Temer como fundo. As ações do presidente do Brasil estão sendo alvo de chacota até em álbuns de artistas consagrados.

Na verdade, o novo disco não sairá oficialmente com o retrato de #Michel Temer, a capa original será lançada sem a imagem do atual de Temer, mas foi uma forma de protesto bem humorado, e talvez de solidariedade para com os brasileiros, pois muitos estão indignados e insatisfeitos com a atual gestão do peemedebista como chefe maior do Estado.

Publicidade
Publicidade

A montagem estava no Facebook de Waters, mas foi recentemente retirada.

#Roger Waters fundou o #Pink Floyd no ano de 1965, juntamente com os outros integrantes Syd Barret, Nick Mason e Richard Wright, na época em que eram estudantes. Foi uma banda precursora do rock progressivo, tornando-se uma das mais influentes no estilo e mais cultuadas entre os fãs do gênero até hoje. As capas de seus discos também eram sempre muito bem elaboradas. O guitarrista David Gilmour chegou como quinto integrante, e logo depois Syd Barret deixou a banda.

Waters partiu para uma bem sucedida carreira solo vinte anos depois de ter formado o Pink Floyd.

O ápice do conjunto foi nos anos 70, quando lançaram o oitavo álbum de estúdio, o lendário "The Dark Side Of The Moon", o disco do prisma, com capa preta e a imagem de um prisma na sua capa, gravado no Abbey Road Studios de Londres, o mesmo em que os Beatles trabalharam em todas suas carreiras.

Publicidade

Outro grande sucesso do conjunto foi “Another Brick in the Wall", lançado em 1979, e liderou por muito tempo as paradas musicais norte-americanas e inglesas, e também no Brasil.

Roger Waters, que também já se apresentou no Brasil, é conhecido não só pelo seu trabalho como músico, mas também pelas suas letras controversas e polêmicas.

A mídia transcende os continentes devido ao grande desenvolvimento dos canais hoje em dia, com uma velocidade absurda, e notícias de diversos assuntos jamais passam despercebidas em todos os países do mundo. Infelizmente, isso faz com que as ações corruptas de tantos políticos, empresários e pessoas ligadas aos mesmos façam do nosso país alvo de chacotas.