O casal protagonista da novela "#O que a vida me roubou", exibida pelo #SBT e protagonizada por Angelique Boyer e Sebastian Rulli, definitivamente não tem um pingo de sossego. Isso porque agora, não bastasse estarem atrás de Alessandro, também vão atrás de sua mãe. Confira.

Ao chegarem da casa de José Luís após a morte de Angelica, Montserrat e Alessandro são surpreendidos por uma Dominga desesperada, falando que uns homens apareceram na casa e levaram Rosário. Alarmado, o fazendeiro pergunta para onde levaram sua mãe. Dominga então responde dizendo que não sabe, mas que disseram que era por ordens do juiz.

Nervoso com a situação, Alessandro pergunta por que fizeram isso, mas Dominga diz não saber.

Publicidade
Publicidade

O jovem pergunta também por que ninguém a acompanhou e sua funcionária diz que não tinha ninguém e ela precisava ficar com Laurinho. Após Dominga dizer que não estavam uniformizados, Alessandro sai para procurar sua mãe.

Enquanto isso, na sala do juiz, Rosário é interrogada. Ao chegar, Alessandro pede para entrar, mas tal coisa é negada. Ao sair para falar com o jovem, Pedro diz que o juiz pede que Alessandro tenha paciência e ele, por sua vez, exige saber por que sua mãe está ali. Pedro então responde que só a estão interrogando para esclarecer algumas coisas. Quando Alessandro pergunta que coisas são essas, Pedro diz que descobriram que a mulher que Alessandro diz ser sua mãe foi condenada por um homicídio qualificado e que só estão investigando. Após o fazendeiro dizer que tudo não passou de uma injustiça, Pedro volta a pedir que ele tenha paciência e Alessandro pergunta por que o advogado o odeia tanto.

Publicidade

Pedro não responde.

Lá dentro, o juiz segue interrogando Rosário e pergunta como uma empregada acabou grávida do patrão. Diante da relutância de Rosário para contar tudo, o juiz a acusa de ter engravidado de um milionário e depois matar o camponês que queria casar com ela. Após o juiz perguntar se Jacinto descobriu que ela o traía com Benjamin, Rosário revela que o patrão a estuprou.

Pedro então pergunta se há testemunhas do suposto estupro e, após Rosário dizer que não, o advoga diz que talvez ela já estivesse grávida de Jacinto e se deitou com Benjamin de propósito. Pedro diz ainda que algum motivo há de ter para Benjamin ter renegado Alessandro por toda sua vida. Após mais algumas perguntas, Rosário é liberada e o juiz pede que Alessandro entre.

Lá dentro, Alessandro é informado de que Sandro abriu um processo alegando que os direitos do jovem como herdeiro de Benjamin Almonte são ilegítimos. Indignado, Alessandro diz que levará os documentos necessários naquela mesma tarde. O juiz, por sua vez, diz que mais testemunhas serão chamadas e que também pedirão um exame de DNA. Concordando com tudo, Alessandro sai da sala e vai para casa com sua mãe. #Novelas