Nesta quarta-feira (17), um escândalo bombástico assolou o Brasil. Gravações envolvendo até o presidente da república teriam sido feitas pelos delatores da Lava-Jato. Empresários da JBS disseram, por exemplo, que, em um dos áudios, Michel Temer, do PMDB, concorda que a JBS continue a pagar uma mesada para que o ex-presidente da câmara dos deputados, Eduardo Cunha, continue calado na prisão. A notícia, para especialistas, seria o início da queda do sucessor de Dilma. Alguns falam em impeachment ou renúncia. Os telejornais já dão até dados de como funcionaria o processo de transição nesse caso e quais as chances de ter uma nova eleição direta.

Publicidade
Publicidade

Quem também teria sido flagrado por gravações é o Senador tucano Aécio Neves. De acordo com os áudios, ele pede R$ 2 milhões para que consiga se defender da Operação Lava-Jato. A irmã de Aécio, segundo a TV Globo, foi presa nesta quinta-feira (18). Por conta disso, o nome dele e de Luciano Huck ficaram entre os temas mais comentados da internet. Em 2014, o apresentador do 'Caldeirão' chegou a gravar depoimentos para a campanha do representante do PSDB. Ele também ficou no dia da apuração dos votos com cara de tensão, mostrando o quanto queria a vitória de Aécio Neves.

Não demorou muito para que os internautas resgatassem esse passado e acusassem Huck, inclusive, de apagar fotos da internet ao lado do Senador.

A repercussão das redes sociais sobre o envolvimento político de Aécio Neves e Luciano Huck

Veja abaixo uma foto que mostra o marido de Angélica com o ex jogador Ronaldo, conhecido como fenômeno.

Publicidade

Os internautas estão acusando Luciano de apagar fotos dele ao lado do Senador Aécio Neves, vítima do novo escândalo bombástico da política brasileira. O escândalo aparece dias depois de Huck negar que tenha o desejo de concorrer à presidência da república.

Não faltaram piadas em torno do assunto. Alguns disseram, em tom de brincadeira, que o ator e apresentador Bruno de Luca estaria a liderar todo o esquema. Bruno é conhecido por ser amigo de muitas celebridades. Algumas delas ligadas a nomes políticos.

Muita gente também fez críticas à uma campanha feita por artistas durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Publicidade

Nela, as celebridades disseram que votaram em Aécio Neves, mas pelo jeito isso não mudou muita coisa, já que o senador mineiro também está envolvido em um grande escândalo de corrupção.

E você, o que pensa do assunto? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo. #Famosos