O sétimo episódio da quinta temporada de 'Prison Break', da #Fox, foi exibido na última terça-feira, dia 16 de maio. Restam somente dois capítulos para o encerramento do revival da série e inúmeras perguntas ainda rondam a cabeça do público. De acordo com o criador do seriado, Paul T. Scheuring, todas as perguntas serão respondidas até o desfecho, o que deixa em aberto a possibilidade de acontecer - ou não - uma sexta temporada.

É fato que o retorno de Prison Break foi um dos mais aguardados do ano de 2017, e que os primeiros episódios bombaram, principalmente na América Latina. No entanto, a audiência sofreu algumas quedas posteriormente.

Publicidade
Publicidade

A razão, segundo alguns sites da crítica especializada, é que a quinta temporada não entregou exatamente o que o público tanto aguardou. Sendo assim, o futuro da série ficou na "corda bamba".

Até o presente momento, não existe qualquer confirmação a respeito de uma sexta temporada, contudo, a possibilidade também não foi inteiramente descartada.

Dana Walden, presidente da FOX, compareceu em um evento realizado na última segunda-feira, dia 15 de maio, e foi questionada pela mídia sobre o destino de Prison Break.

"Definitivamente nós consideraríamos e até gostaríamos de realizar mais episódios inéditos, e tenho consciência de que os produtores estão estudando as possibilidades. Acredito que seja possível", comentou a CEO.

Avaliando a atual programação da televisão, é nítido que entre todos os revivals e regravações que surgiram nos últimos tempos, pouquíssimas foram aquelas que realmente vieram para agregar, que progrediram ou que foram de grande impacto para o público e mídia.

Publicidade

Sendo assim, e considerando tudo que Prison Break foi e representou no universo dos seriado, seria mesmo necessária a produção de outra temporada? Ou colocaria em risco a reputação da série com histórias medianas?

Ao longo desta temporada, em uma série de entrevistas, Wentworth Miller, intérprete de Michael Scofield em Prison Break, afirmou que para que a série continuasse, seria necessário que a recepção do público fosse muito boa, da disponibilidade do elenco para dar prosseguimento ao projeto, além de um novo e bom roteiro que valesse a pena ser produzido. Com relação ao último item, Paul T. Scheuring, que é também roteirista e showrunner do seriado, afirmou que está completamente sem ideias para uma nova trama, todavia não descartou que outro escritor assumisse a responsabilidade.

A temporada revival está sendo exibida em transmissão simultânea com a emissora norte-americana (FOX), todas as terças-feiras. #Seriados #PrisonBreak