Quando a quinta temporada de '#Prison Break', da #Fox, foi anunciada, o público foi ao delírio, principalmente ao saber que o elenco original retornaria em peso. Porém, desde sempre souberam que vários personagens seriam deixados para trás, afinal, passaram-se sete anos e a vida deles tomaram rumos diferentes. Claro que a disponibilidade dos atores na época que o projeto foi construído contou muito na hora de decidir estes "rumos".

Um personagem icônico que retornou foi o antagonista Theodore Bagwell, mais conhecido como #T-Bag, que é interpretado pelo ator Robert Knepper. Em recente entrevista ao Digital Spy (via Observatório do Cinema), Knepper confessou que sentiu falta da presença de um personagem específico.

Publicidade
Publicidade

"Eu honestamente sinto saudades de Wade Williams, que deu vida a Brad Bellick. Mas seria complicado, seria necessário estudar uma forma de se certificar que Bellick não chegou a morrer. Isso não estava nos planos até o momento, mas quem sabe?", disse o ator.

Para que Bellick retornasse seria algo extremamente complicado. Para quem não se lembra, o guarda dificultava a vida de Michael Scofield (Wentworth Miller), bem como de seus parceiros de prisão, na primeira temporada de Prison Break. No entanto, em dado momento, o personagem passou a redimir-se e terminou sacrificando a própria vida para salvar Scofield. Bellick se despediu da série afogando-se em uma passagem subterrânea de Fox River.

Todavia, sabe-se que Prison Break surpreende o público como ninguém em matéria de trazer os personagens do mundo dos mortos.

Publicidade

Isso já ocorreu com Paul Kellerman (Paul Adelstein), Sara Tancredi (Sarah Wayne Callies) e com o próprio Michael Scofield, então, não seria impossível, desde que encontrassem uma explicação plausível.

Outro personagem que ficou marcado para o público e não se fez presente no revival de Prison Break foi Alexander Mahone (William Edward Fichtner), o agente especial do FBI que foi importantíssimo na vida de Michael e seus aliados. Entretanto, Mahone não retornou porque o criador/roteirista/showrunner da série, Paul T. Scheuring, não sabia como encaixá-lo na trama. Scheuring confessou um bloqueio de criatividade com relação ao personagem em entrevista ao The Hollywood Reporter, antes mesmo da estreia da quinta temporada.

O revival de Prison Break já exibiu seis episódios inéditos e o sétimo irá ao ar dia 16 de maio de 2017, às 23h, na FOX.