Neste final de semana, o programa do apresentador Raul Gil, no SBT, foi palco de uma cena comovente entre duas pessoas bem diferentes. No “#Programa Raul Gil” existe o quadro “Elas Querem Saber”, no qual o apresentador questiona algumas informações sobre os participantes.

No sábado (20), o pastor evangélico Claudio Duarte esteve presente nesse quadro e deu um relato emocionante quando Raul Gil o questionou sobre a opinião do pastor sobre uma situação que era tabu, a homofobia. O religioso teve que responder o que achava do casamento de pessoas do mesmo sexo.

Com o quadro marcado por tensão, o pastor respondeu que era contra o relacionamento, mas que não tinha nada contra os homossexuais.

Publicidade
Publicidade

Logo na sequência, a emoção tomou conta do palco quando ele relatou um momento da vida que surpreendeu a todos os presentes.

Duarte disse que sua trajetória de vida não tinha sido fácil e que, por seu pai ter se casado e se divorciado repetidas vezes, ele tinha passado por muitas casas diferentes. O pastor conta que praticamente em todos os novos lares que ele tinha, a madrasta o maltratava, ou até mesmo algum parente que não o considerava da família por não ser de sangue.

Veja o vídeo do programa:

No entanto, Claudio se lembra de muito bem de uma casa em especial em que ele tinha sido muito bem tratado por um homem que ele chamava de irmão. O religioso disse que na época não tinha dinheiro para comprar tênis ou roupas e que esse seu irmão lhe ajudou com tudo que foi possível, sem nunca pedir algo em troca ou reclamar sobre a situação.

Publicidade

Extremamente emocionado, o pastor revelou que esse rapaz que considerava irmão era homossexual, mas que não importa a relação sanguínea, os irmãos que a vida lhe dá sempre serão irmãos. Ao final da revelação, Thammy Miranda, que faz parte do quadro, abraçou o pastor muito emocionado.

O pastor ainda finalizou que ama muito esse irmão, mas que a homossexualidade para ele não é certa. O filho de Gretchen, então, interrompeu Claudio Duarte, dizendo que não acha errado que o religioso não concorde com essa prática, mas que o importante é ele amar as pessoas que escolheram essa opção.

Nesse momento, o público, que já estava bastante emocionado, presenciou uma cena incrível. O ator levantou-se do seu lugar, foi até o pastor e deu-lhe um abraço apartado. Os dois choraram bastante e também ficaram extremamente emocionados com aquele momento que acontecia no SBT.

Por fim, o evangélico comentou que ninguém precisa ser extremista sobre qualquer assunto e apontou que todas as pessoas têm o livre arbítrio para fazer o que as deixam felizes. #Thammy Miranda #Televisão