#Xuxa Meneghel voltou a ser notícia esta semana ao perder mais uma ação na Justiça, dessa vez contra o site de buscas Google. A apresentadora move, desde 2010, um processo solicitando que a maior ferramenta de busca do mundo retire do ar pesquisa que associem o seu nome a pornografia e abuso infantil. A ação foi julgada pela 19ª Câmara Cível, nesta terça-feira (2), e o pedido da apresentadora foi negado.

Tudo isso tem relação com o filme “Amor, Estranho Amor”, lançado em 1982, em que Xuxa mantém relações com um garoto de apenas 12 anos, interpretado por Marcelo Ribeiro. Com 19 anos na época da produção do filme, a loira não possuía nenhum contrato assinado com emissoras de TV.

Publicidade
Publicidade

O longa foi rodado e chegou a ser comercializado no Brasil, mas, quando iniciou sua carreira como apresentadora infantil, Xuxa decidiu apagar o seu passado e começou uma grande briga judicial. Alegando que não houve um contrato assinado que autorizasse o uso de sua imagem em home vídeo, a apresentadora conseguiu recolher todas as fitas de lojas e locadoras do país.

Mas até chegar a essa resolução, alguns exemplares foram vendidos e o filme foi replicado de forma pirata. No entanto, a Justiça mantém a proibição do comércio do vídeo no Brasil, e Xuxa paga anualmente uma fortuna acordada judicialmente para que a produtora Cinearte mantenha o filme longe das prateleiras das lojas brasileiras.

Mas o mesmo não acontece no exterior. Embora tenha recorrido, a apresentadora não conseguiu acordo com distribuidoras americanas.

Publicidade

Por isso “Amor, Estranho Amor” pode ser comprado em sites estrangeiros.

Xuxa fala do filme depois de anos de silêncio

Durante anos, a rainha dos baixinhos não tocou no assunto sobre o filme e manteve o assunto sob absoluta discrição. No entanto, quando foi à Câmara dos Deputados defender a criação da “Lei Antipalmadas”, que criminaliza agressões contra crianças com a intenção de educar, a apresentadora teve o seu passado remexido por um parlamentar, que declarou considerar “vergonhoso” o filme em questão.

No programa “Altas Horas”, da Rede Globo, Xuxa disse em uma ocasião que sua participação no longa-metragem não poderia ser usada contra ela, pois se comparado a uma criança agredida, o seu beijo em um garoto de 12 anos não era assim tão grave.

Veja a sinopse do filme

Considerado uma raridade, “Amor, Estranho Amor” se tornou um grande hit por conta de toda a polêmica envolvendo Xuxa. Na história, o menino Hugo (Marcelo Ribeiro) é enviado à casa de sua mãe Anna (Vera Fischer), que mantém um relacionamento com Osmar (Tarcísio Meira).

Publicidade

Numa casa de prostituição, Osmar promove grandes festas para conquistar aliados políticos e as comemorações são regadas a bebidas e orgias. Por isso, várias prostitutas habitam o local. Hugo fica alojado no porão da residência.

Tamara (Xuxa) chega ao local para ser oferecida como um “presente” a um notório político. Hugo inicia a sua vida sexual observando as meninas da casa, que demonstram interesse por ele. Em determinado momento, Tamara se deita seminua na cama do rapaz, iniciando-o sexualmente. #famosas #AmorEstranhoAmor