O departamento de esportes da Globo e o #Sportv dormiram em luto nesta quarta-feira, 7. O jornalista esportivo Rodrigo Albornoz faleceu com apenas 30 anos de idade no Rio Grande do Sul. O repórter que ficou conhecido nacionalmente por cobrir as competições de boxe nas Olimpíadas, lutava contra uma forma grave e rara de câncer e não resistiu. Há dois dias de completar seus 31 anos, ele deixou a emissora em luto.

Rodrigo entrou no SporTV, em um projeto onde estudantes podem ser correspondentes jornalísticos do canal no exterior. O projeto "Passaporte SporTV" renovou o quadro de repórteres do 'Canal Campeão' e revelou o talento de Albornoz para o Brasil.

Publicidade
Publicidade

Ele então ganhou a chance de fazer a cobertura das Olimpíadas no Rio de Janeiro, e cobriu o boxe, uma das modalidades esportivas que renderam medalha ao Brasil.

O câncer raro de Rodrigo Albornoz

Conforme relato do irmão de Rodrigo, Diego Albornoz, o repórter descobriu ainda em 2015 um edema na coxa. Era um tumor que foi retirado. Entretanto, o câncer se espalhou para o pulmão direito do jornalista. Após umas sessões de quimioterapia, tudo parecia ter corrido bem, mas em dezembro de 2016, após a cobertura das Olimpíadas, seu quadro de saúde piorou. Os tumores cresceram em seu corpo sem avisar, de forma assintomática. As sessões de quimioterapia não surtiam efeito e a solução seria retirar o pulmão afetado. A cirurgia aconteceu dia 5 de abril de 2017 e foi considerada um sucesso. Mas o câncer era muito violento.

Publicidade

Logo depois em 10 de maio, novos pequenos tumores foram descobertos no pulmão esquerdo, o remanescente. Após quase 30 dias internado na UTI, uma infecção pulmonar acabou piorando definitivamente seu quadro de saúde e nesta quarta-feira, 7, às 23h30 foi constatada a morte do apresentador.

SporTV e amigos fazem a despedida

O canal onde Rodrigo trabalhava lamentou a morte, assim como amigos, nas redes sociais. Albornoz se notabilizou por participar da transmissão da inédita medalha de ouro nas Olimpíadas, na modalidade do boxe, conquistada por Robson Conceição. Num esporte com poucas medalhas conquistadas, o ouro inédito foi muito comemorado na época pelos brasileiros.

E foi Rodrigo o primeiro a conversar com o campeão Olímpico, depois da conquista da medalha. Ele também fazia coberturas do UFC para o canal Combate.

Nas redes sociais, os amigos e conhecidos lamentaram a perda precoce. A namorada de Rodrigo usou a rede social do repórter para avisar aos fãs e conhecidos da morte.

Segundo a nota, "O velório será na Capela 3, a partir das 9h da manhã dessa Quinta-feira, dia 8.Enterro será realizado as 17h no cemitério Santa Casa, Porto Alegre.", escreveu sua namorada.

Jornalista Rodrigo Albornoz

#Rodrigo Albornaz #Olimípiadas