Junior Lima causou algum impacto quando confessou que tinha sofrido uma série de crises de pânico e até tido terapia durante muitas horas para conseguir ultrapassar o bullying constante que recebia na sua adolescência por boatos que afirmavam que ele seria homossexual. Agora, e em uma longa entrevista concedida ao portal “G1”, o músico de 33 anos, também conhecido por ser irmão de #Sandy, falou um pouco sobre o futuro nascimento do seu primeiro filho, bem como seus planos como artista para um futuro próximo.

“O filho também faz parte da minha realização pessoal. Eu sei que vou encontrar equilíbrio de estar em casa com ele, de estar presente como pai”, confessou de forma orgulhosa o artista.

Publicidade
Publicidade

Foi muito recentemente que Junior Lima decidiu abordar um pouco sobre o bullying que sofreu em sua juventude, precisamente em um canal de YouTube que promove diálogos sobre as dificuldades que os jovens enfrentam.

Apesar de afirmar que nunca teve nenhum problema com a homossexualidade, tendo até amigos que o são, ele nunca conseguiu aceitar muito bem ter outras pessoas dizendo que ele era. Casado e muito bem resolvido atualmente, com essa confissão inesperada, o artista conseguiu que uma discussão sobre o tema fosse muito debatida nas redes sociais, talvez conseguindo ajudar com sua honestidade vários jovens que estão passando pela mesma situação.

Ainda assim, apesar do inferno que viveu, Junior Lima confessou em sua entrevista ao “G1” que sente alguma nostalgia por retornar a Campinas, cidade do interior de São Paulo onde viveu durante 23 anos.

Publicidade

“E aí, para mim, é o lugar da família, uma coisa superpositiva.", confessou de forma muito feliz e orgulhoso.

Quanto aos seus planos profissionais como artista, o irmão de Sandy garantiu que não é uma pessoa nada gananciosa e que considera a trajetória como sendo o mais importante para ele. Parte dessa trajetória, e talvez relembrando tudo o que passou quando era jovem, Junior Lima afirma que conseguiu “quebrar rótulos e enfrentar preconceitos na carreira”.

Ele finaliza a entrevista garantindo que agora se sente muito maduro na sua parte criativa, não estando mais condicionado pelo que outros músicos, que por vezes trabalhavam com ele, pudessem produzir. Junior Lima confessa ainda que sente muito carinho pelas várias fases na carreira que viveu, passando do sertanejo, pop, rock e funk até ao eletrônico. Pensam que o artista é um claro exemplo de superação? O que acham da sua história de vida? #Famosos