Há alguns meses, um seriado que marcou a infância de muita gente no Brasil acabou tendo em seu elenco um integrante com um aspecto nada heróico; um de seus ex-Power Rangers foi preso sob a acusação de #assassinato no começo do ano de 2015 e, em março deste ano de 2017, confessou que realmente assassinou o colega de quarto Joshua Sutter, utilizando uma espada de samurai. A informação da confissão de assassinato foi obtida através de um comunicado no gabinete do promotor de Los Angeles.

A famosa série de heróis Power Rangers estreou na década de 1990 e obteve muito sucesso, o que acarretou em diversas continuações. Entre essas continuações, estava Power Rangers Força Animal e Power Rangers Samurai, onde atuou o #Ator Ricardo Medina Jr., que interpretava o ranger vermelho.

Publicidade
Publicidade

O que era para ser um exemplo de herói, na vida real tornou-se um exemplo lamentável de atitude sombria; o ator que ajudou a trazer diversão para milhões de crianças e adolescentes que assistiam a série, se envolveu num desentendimento com um colega de quarto, o então colega insistiu em entrar no quarto onde estava Ricardo Medina Jr. e a namorada após uma discussão, neste momento Medina pegou uma espada samurai e golpeou o colega de quarto Joshua Sutter. O jovem chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu ao ferimento e acabou morrendo.

O crime de assassinato confessado por Medina pode ter uma sentença que passa dos 20 anos de prisão. Está sentença será reduzida apenas se o crime for considerado passional. Em caso de crime passional, o tamanho da pena seria menor do que 7 anos de prisão.

Publicidade

Essa lamentável ocorrência de briga e morte envolvendo um dos atores que já fez parte como líder dos Power Rangers em duas continuações da série de heróis é um fato que entristece e deixa chocado os fãs. Muito provavelmente, ninguém poderia imaginar que um herói televisivo viria a tornar-se um assassino na vida real. Mas a triste ocorrência não anula todo o histórico de diversão e encantamento entregues à multidão de fãs pelo seriado de heróis que lutavam contra os mais variados monstros para salvar a humanidade dos grandes perigos.

O lamentável fato do assassinato traz a reflexão de que aqueles que interpretam heróis são humanos que precisam lidar com situações em que pode surgir um "monstro interno" na vida real.

A série continua com seu encantamento e o ator de origem porto-riquenha que confessou um assassinato já está respondendo devidamente à Justiça por causa do seu chocante ato. #TV