Eclodiu nesta madrugada, dia 24 de junho, mais uma polêmica envolvendo o ator da #Rede Globo de Televisão, Fábio Assunção, que tem 45 anos. Assunção foi conduzido preso à delegacia pelas autoridades policiais da cidade de Arcoverde, situada no estado do Pernambuco.

O ator se encontrava junto com a namorada, Pally Siqueira, no Nordeste para divulgar o seu novo trabalho em um documentário musical do qual participa e, conforme declarações prestadas pelos policiais daquela localidade, Assunção estava visivelmente “alterado”, tendo inclusive quebrado o vidro de uma das viaturas que participava da ocorrência e, ainda por cima, desacatou os agentes da lei.

Publicidade
Publicidade

Em vídeos que logo começaram a circular na web, o rapaz berrava de dentro da viatura após a sua detenção, o seguinte: “Eu não sou criminoso”.

Vale lembrar que no mês de abril de 2016, o mesmo #Fábio Assunção já tinha sido preso na cidade do Rio de Janeiro, quando foi parado em uma blitz policial e os agentes disseram que o "global" estava alcoolizado.

Alguns meses atrás, o ator da emissora carioca, provocou uma série de problemas no transcurso da gravação da novela “Totalmente Demais”, uma vez que faltou inúmeras vezes para dar continuidade ao trabalho.

Por outro lado, na ocasião, Fábio disse aos jornalistas que as suas ausências foram em decorrência de problemas gástricos resultantes de uma alimentação errônea a que estava se submetendo, explicações essas que não convenceram a praticamente ninguém e, conforme muitos jornalistas, não passavam de mentiras deslavadas.

Publicidade

Dizem as pessoas mais próximas do ator que, ele além de ser reincidente no abuso do consumo de álcool e entorpecentes ilícitos, ele também se recusa terminantemente a receber todo e qualquer tipo de auxílio que lhe é oferecido.

Inclusive a própria Rede Globo foi a 1ª a querer pagar o tratamento do funcionário desde o ano de 2008, quando Assunção por capturado por policiais federais em um flat localizado em bairro nobre da capital paulistana, sendo que, como por uma infeliz coincidência, o famoso estava acompanhado por um traficante.

Mesmo diante dessa situação vexatória, Fábio não quis ajuda de terceiros, mas se apressou a procurar internação e terapias para cuidar dos problemas, os quais foram abandonados algum tempo depois.

Para se ter uma ideia da situação de dependência do ator em relação à bebida alcoólica e drogas, alguns chegaram a sugerir que ele bebesse o Santo Daime, que nada mais do que uma bebida ritualística, contendo alucinógenos e que, teoricamente, é eficaz no combate ao alcoolismo e às drogas. Todavia, nem isso foi válido para Fábio, que revelou ter passado mal com a bebida em questão. #Polícia