Sem sombra de dúvidas a #Morte, muito provavelmente, seja o pior inimigo da humanidade e a dor da perda é ainda mais forte, quando essa triste realidade se abate sobre um filho amado, mesmo que isso ocorra ainda no período gestacional. É uma situação que não faz distinção de pessoas, atingindo desde a população comum até indivíduos famosos.

Foi exatamente isso o que aconteceu, não uma, mas duas vezes, com a talentosa atriz da Rede Globo de televisão, Taís Araújo, que inclusive disse ter sofrido dois abortos espontâneos.

A primeira perda de um filho por parte da global aconteceu quando ela esperava pelo seu filho João Vicente, que hoje tem de 6 anos, e depois perdeu outra neném antes de entrar no trabalho de parto de Maria Antônia, a qual é muito parecida fisicamente com a mãe.

Publicidade
Publicidade

Infelizmente, Taís descobriu com dois meses de gestação que o bebê gêmeo de João, não apresentava batimentos cardíacos, mas o próprio organismo da atriz pode reabsorver o feto, o que lhe causou muita tristeza e choro, obrigando o marido da mesma (o ator Lázaro Ramos), a chama-la para a realidade, até mesmo porque o pequenino João precisava que a mãe estivesse inteira para cuidar dele, confessou Taís em entrevista à revista "Marie Claire".

Já o segundo aborto da estrela foi bem mais triste; sendo que o feto foi perdido depois dos 30 dias de vida, devido ao sangramento espontâneo acompanhado de muitas dores.

Um ano após a perda do segundo filho, Taís conseguiu engravidar da bonequinha Maria, que comumente aparece sorrindo em fotos de passeios familiares, como, por exemplo, no carnaval da Bahia neste ano.

Publicidade

Tantos traumas assim, fizeram com que a esposa de Lázaro passasse a ter medo de morrer literalmente durante o trabalho de parto, tanto é que foi a irmã de Araújo, a médica obstetra Cláudia Araújo, de 44 anos, quem fez o parto da mesma.

Por outro lado, como Cláudia mora em Brasília, esta confrontou Taís, pois o parto teria que ser agendado na forma de uma cesárea, caso contrário a médica poderia não estar presente.

Taís confessou ainda que em ambas as cesáreas dos #Filhos teve medo da morte e, por ocasião do nascimento de Maria, ela disse ao marido que se viesse a morrer, o mesmo deveria pedir ajuda da sogra na criação das crianças; sendo que foi severamente repreendida pelo marido por causa desta frase.

A atriz finaliza a entrevista afirmando que pretende cuidar dos filhos para sempre, pois somente a maternidade não é suficiente para ela, mas sim dar continuidade na relação com a prole, criando as crianças do melhor modo possível. #Taís Araújo