O #Autor global Benedito Ruy Barbosa concedeu uma entrevista ao programa "Donos da Vitória", do canal Viva. O autor consagrado por belíssimas novelas falou sobre um episódio triste na sua vida e que o comoveu profundamente. Ele recebeu com grande desespero a notícia da morte do ator #Domingos Montagner, que era um dos personagens principais da novela "O Velho Chico', escrita por ele.

Ao saber da notícia, Barbosa disse que começou a rezar e entrar em pânico. Ele não queria acreditar que isso fosse verdade. O autor começou a pensar em todas as pessoas que estavam em volta de Montagner. Ele era muito querido e realizava um papel de destaque na novela.

Publicidade
Publicidade

Barbosa citou a grande amizade do ator.

"Quando me ligaram e disseram que acharam o corpo, entrei numa crise aqui", disse Barbosa. Para buscar forças em continuar a novela, o autor imaginou que Montagner queria um final decente para seu personagem. As últimas cenas foram gravadas em meio a uma grande comoção e tristeza. O ator faleceu depois de se afogar no Rio São Francisco, logo após ter gravado as cenas da novela.

Críticas do autor

Benedito Ruy Barbosa comenta na entrevista sobre diretores que costumam estragar novelas, mesmo afirmando que nenhum até agora estragou as suas obras.

De acordo com o autor, o diretor está em contato com todo o elenco e é o responsável por toda a gravação. Para o autor, o diretor tem que entender bem a história dando uma boa lida nas cenas que acontecerão, senão, pode estragar a novela.

Publicidade

Barbosa elogiou o diretor de "Velho Chico", Luis Fernando Carvalho, dizendo que ele acrescenta ao invés de destruir. O diretor foi dispensado da emissora após a novela.

Emoção

O autor consagrado da Rede Globo revelou se emocionar com seus próprios textos. Ele declarou chorar e dar risadas ao entrar no mundo dos personagens. "O riso e o pranto fazem parte da vida da gente", disse ele.

De acordo com Benedito Ruy Barbosa, tudo tem um seguimento. Ele chora ao fazer a novela, depois o ator que vai interpretar o personagem chora ao entrar no mundo da ficção e o choro chega até as pessoas que vão assistir em suas casas. Ele declara que no fundo todos são emotivos e não só ele.

No momento, Barbosa trabalha na novela "O Último Beijo" que fará parte da faixa das sete da noite.

O autor começou nas telenovelas com a obra "Somos Todos irmãos", da antiga TV Tupi. Depois se destacou com a novela "O Anjo e o Vagabundo". Um dos seus maiores sucessos foi a novela "Pantanal" exibida na antiga Rede Manchete. #Globo