O caso aconteceu nesta terça-feira (27). O cantor Ricardo Costa, que fez parte do grupo Polegar, tem um filho de 9 anos de idade, com a ex-companheira, descumpriu o acordo de pagar pensão alimentícia, com a dívida somando mais de R$ 12 mil. Ele foi preso dentro de sua casa em Taubaté, no interior de São Paulo. O drama do pai, que já teve muito dinheiro durante o período de fama, já foi assunto de televisão.

O ex-Polegar, que foi companheiro de palco do apresentador Rodrigo Faro, teve grande ajuda do amigo para resolver suas pendências financeiras. No episódio, Rodrigo Faro usou seu programa "A Hora do Faro", na RecordTV, para tentar ajudar Ricardo.

Publicidade
Publicidade

Faro teria ficado comovido com o que o amigo vinha passando e resolveu contar sua história de vida em seu programa, a fim de arrecadar dinheiro para ajudar o amigo. No entanto, a quantia arrecadada pelo apresentador parece não ter sido o suficiente para quitar as dívidas do ex-Polegar, já que ele não pagou as parcelas atrasadas da pensão alimentícia do filho.

O juiz que cuida do caso de Ricardo informou que o cantor continuará preso até que pague a dívida, ou que a Justiça determine uma nova quantia para pagamento. O cantor argumenta que não tem dinheiro para quitar a dívida.

Ricardo, que fez muito sucesso na década de 1990, com o grupo Polegar, já está nessa situação há bastante tempo. Em outro episódio, ela já havia se envolvido em uma briga na justiça com sua ex-mulher, mãe de seu filho para quem deve mais R$ 12 mil de pensão.

Publicidade

Na época, Ricardo teria se prontificado a pagar a dívida em 20 parcelas e se comprometeu a pagar também a mensalidade da pensão. Para isso, iria vender seu food truck, que ganhou em uma atração em um programa de televisão, que está avaliado em R$ 100 mil.

No entanto o caminhão que, segundo ele, valia R$ 100 mil, estava sendo anunciado para venda na internet por R$ 145 mil. O caminhão foi vendido, mas ainda assim a pensão atrasada foi paga.

A denúncia do descumprimento do acordo foi feita por parte da ex-mulher. Ele alega que Ricardo vendeu o caminhão e não deu nenhum retorno sobre o pagamento do que estava pendente.

Hélio Barbosa, advogado da ex-mulher, relatou o descumprimento do acordo feito na Justiça há aproximadamente duas semanas. Ricardo Costa teria sido notificado, mas não deu nenhuma explicação para o que teria acontecido com o dinheiro arrecadado com a venda do caminhão. Por esse motivo, a ex-companheira teria pedido a prisão. #policial #Famosos #Crime