O ex-jogador de futebol e atual comentarista da Rede Globo Walter #casagrande enfrentou e ainda enfrenta o problema que mais assola a sociedade nos tempos de hoje, que é o vício com as #drogas. Reabilitado do uso de entorpecentes, o comentarista, em entrevista ao Nasi Noite Adentro, do Canal Brasil, que vai ao ar nesta quinta-feira (22), contou como se sente em relação ao assunto.

Casagrande, de 54 anos, faz uma revelação onde comenta que seu maior erro foi ser dependente e fala sobre como era a época que consumia alto teor de álcool e se drogava por dias. Ele avalia que quando se é submetido ao uso contínuo de substâncias químicas, nunca mais se volta ao seu normal.

Publicidade
Publicidade

Casagrande diz que, se voltasse a tomar um pouco de vinho, não ficaria satisfeito e logo voltaria a se embebedar. De acordo com ele, da mesma forma é com relação às drogas. Se voltar a consumir, não conseguirá se controlar.

O ex-jogador afirma que sua vida está muito melhor e mais controlada e que consegue seguir em frente, com sua meta de nunca mais usar drogas. Ele comemora, dizendo que sua carreira nunca esteve tão bem e recebe vários convites para entrevistas e trabalhos, fala sobre sua sobriedade e a vida saudável.

Casagrande afirma que finalmente conseguiu recuperar seu relacionamento com os filhos e garante que está no melhor momento de sua vida.

Sua carreira teve como inicio no Corinthians no ano de 1980, e juntamente seu vício com as drogas. Durante essa época, Casagrande jogou ao lado de grandes nomes de sucesso como Biro-Biro e Sócrates.

Publicidade

Ele afirma que se houvesse exame antidoping específico para cocaína naquela época, com certeza seria pego. Os exames exigidos nessa década eram o para detectar outras substâncias que aumentam o rendimento do jogador, não incluindo a cocaína.

O comentarista explica que o uso das drogas se intensificou porque buscava a adrenalina que tinha em campo quando fazia um gol. Fora dos gramados, apenas recorria as substâncias que poderiam lhe proporcionar a mesma sensação.

Depois de quase morrer diversas vezes, entre elas um acidente grave de carro em 2007, onde ficou internado e chegou a ficar em coma por 24 horas, Casagrande recebeu alta. Alguns dias depois foi internado em uma clinica de reabilitação para dependentes químicos, local do qual não poderia sair por vontade própria só com a alta dos médicos.

O ex-jogador ficou isolado, mantendo contato apenas com sua família e os médicos que lhe davam suporte. Em 2009, voltou às transmissões na TV Globo. Casagrande afirma que o segredo da sobriedade é não ficar perto das pessoas que estão bebendo, e assim se manter longe de qualquer recaída por qualquer tipo de substância que cause vício. #Dependencia