Neste domingo (4), a atriz Claudia Raia tentou se defender de uma polêmica protagonizada por ela na semana passada. Ela comentou uma crítica feita na semana passada ao ator Eriberto Leão. Ela não gostou de uma performance feita pelo artista na semana passada, quando ele interpretou o cantor Belchior. Na semana anterior, Claudia havia dito que o artista não tinha dado tudo de si e que a apresentação dele não foi tão boa como das outras vezes. Leão parece que não gostou da ideia e chegou a dizer - na ocasião - que quando aceitou participar do quadro era para homenagear os seus artistas queridos e coisas que o seu coração curtia.

Claudia Raia diz que tem respeito por ator após crítica

Nesse domingo, a profissional da televisão tentou se redimir.

Publicidade
Publicidade

Ela disse que respeita muito Eriberto e que conhece o seu trabalho. Por isso, fez a crítica. De acordo com a artista, impressão que dá é que Leão deixa a sua temperatura cair, quando o tempo passa. "Talvez porque ele nunca tenha sido desafiado, ou porque, talvez nunca tenha parecido na mão dele um personagem que ele pudesse mostrar", disse ela no depoimento dado ao vivo no Faustão. O que parecia ser um pedido de desculpa, não deixou de ser também uma nova crítica à interpretação de Leão, conhecido por personagens mais estáticos na televisão.

Claudia ainda disse que apenas criticou o ator porque eles são muito próximos. Os dois participaram, rapidamente, como par romântico, em 'A Lei do Amor'. Segundo Raia, o quadro 'Show dos Famosos' é uma oportunidade de todos mostrarem os seus trabalhos.

Publicidade

Por isso, como tinham muitos personagens para explorar, também tinham a chance de experimentar coisas novas.

Faustão fala sobre terceiro impeachment

Essa não foi a única polêmica do 'Domingão do Faustão'. Ainda na atração, o apresentador falou sobre política. Ele brincou sobre o atual momento do país e questionou se, caso tiver o terceiro impeachment, quem pediria música no Fantástico? É bom lembrar que na década de 1990 Fernando Collor de Mello sofreu um processo de impedimento. O mesmo aconteceu no ano passado com Dilma Rousseff e agora, alguns especialistas acreditam que Michel Temer também lutará contra o impeachment.

Na semana passada, Fausto Silva já havia falado sobre política em seu programa. Ao receber a dupla Bruno e Marrone, ele fez comentários polêmicos relacionados à JBS. Bruno é muito amigo de Joesley Batista, dono da empresa. Bruno disse que não ia responder aos comentários do comunicador e protagonizou um "climão" ao vivo. #Cláudia Raia