Qualquer #Crime ou arbitrariedade contra outro indivíduo, principalmente se este estiver impossibilitado da defesa, pode e deve ser considerado algo hediondo. A situação é ainda pior se o crime em questão tiver conotação sexual. Literalmente pode ser dito que o perigo mora ao lado ou, no mínimo, que ninguém consegue prever com exatidão quem é um criminoso em potencial ou não; sendo que essa situação aflige desde vítimas comuns até personalidades do mundo das artes e da mídia em geral.

Foi exatamente essa quase tragédia que aconteceu com a internacional atriz norte-americana #Sandra Bullock, conforme informações mais atuais veiculadas pelo site noticioso “The Wrap” (título que em tradução livre significa “O Embrulho”), o qual revelou no ano de 2014, que um criminoso, em ação premeditada, invadiu a residência da estrela na alta madrugada, com o único objetivo de abusar dela sexualmente.

Publicidade
Publicidade

A notícia novamente alcançou notoriedade na semana que passou, pois Bullock acabou de entrar, no último dia 9 de junho, sexta-feira, junto à Justiça dos Estados Unidos, com um pedido de restrição em relação ao infrator em questão.

De acordo com as informações divulgadas pelas autoridades daquele país, foram localizados no notebook do criminoso Joshua James Corbett, planos detalhados de seu objetivo de “abusar sexualmente" de Sandra Bullock. Ainda dentro da casa do tal Corbett havia uma enorme quantidade de armamentos ilícitos, os quais poderiam provocar a morte em massa de muitas pessoas.

Joshua foi responsável por adentrar a residência da atriz em plena madrugada do dia 8 de junho de 2014, no momento em que Sandra estava dormindo. A título de esclarecimento, a mulher disse que foi despertada abruptamente em torno das 5h30 por um terrível barulho, logo seguido por um estrondo.

Publicidade

Enfim Corbett havia conseguido entrar no banheiro do quarto da famosa e esmurrou a porta incessantemente. Resumidamente, só foi o tempo de Sandra ligar imediatamente para a polícia e ser salva de que lhe acontecesse algo mais grave.

Vale frisar que as câmeras de segurança eletrônica da casa de Bullock tinham captado Corbett rondando a residência em três dias distintos antes da invasão de domicílio que ele realizou em 8 de junho.

A partir dessa experiência de violência vivenciada pela estrela de Hollywood, Sandra nunca mais foi a mesma e disse publicamente, sofrer de “feridas emocionais”, temendo sempre pela sua própria integridade física e também de sua família, ou seja, desde então, a atriz disse não ter mais verdadeira paz e segurança.

Joshua James Corbett já possuía, desde 1992, uma história de crime, mas na ocasião a polícia local o considerou como uma pessoa sofrendo de problemas psiquiátricos. Por outro lado, no caso da invasão da propriedade de Bullock, a Justiça dos Estados Unidos fez com que ele ficasse encarcerado por cinco anos.

Lista dos filmes de Sandra Bullock

#Assédio Sexual