#Danilo Gentili parece estar no ápice de sua fama e polêmica. O apresentador se envolveu esta semana em uma confusão com a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) e tempos atrás foi condenado a pagar uma indenização a uma pastora evangélica.

Algum tempo atrás, Danilo também havia chamado o jornalista Gilberto Dimenstein de "repugnante" em seu perfil no Facebook. Na mesma postagem, Danilo também acusa o site Catraca Livre, administrado pelo jornalista, de se beneficiar da tragédia da Chapecoense em troca de publicidade.

Nesta quarta-feira, (31) o apresentador recebeu a notícia, logo pela manhã, que o juiz Edward Albert, de 35ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), o havia condenado a indenizar o jornalista.

Publicidade
Publicidade

Dimenstein ganhou o processo em primeira instância, e a sentença é que Danilo terá que indenizá-lo em R$ 1 mil por dia em que as postagens continuarem no Facebook do humorista.

O jornalista usou a rede social para comemorar a vitória e afirmou que doará o dinheiro arrecadado do processo para ajudar uma orquestra de rua. Danilo ainda não se manifestou pelo ocorrido, mas ao que tudo indica o apresentador vai recorrer da decisão. O #SBT, onde Danilo apresenta o The Noite, também não se pronunciou.

Veterano nos tribunais

No ano passado, Danilo também foi condenado a pagar R$ 20 mil a uma pastora por danos morais. Em um quadro em seu antigo programa da Rede Bandeirantes, o "Agora é Tarde", o apresentador, juntamente com alguns convidados, ao ler as notícias veiculadas nos jornais daquela época, 2013, ironizou o depoimento de uma pastora evangélica.

Publicidade

Na reportagem, a religiosa relatava ter ido ao inferno e avistado diversos "setores" para cada tipo de pecado. Danilo chegou a dizer que a pastora havia ido ao inferno "atrás de rola", fazendo menção de cunho sexual. Na época, a Band tentou recorrer da decisão judicial, mas teve o pedido negado pela juíza Maria Eunice.

Nos últimos dias, Danilo foi avisado pela deputada Maria do Rosário (PT) que vai recorrer à Justiça e abrirá um processo contra o apresentador. Danilo Gentili, ao receber uma notificação dos advogados da deputada, sobre uma ofensa anterior, rasgou o papel e dirigiu palavras que, ao ver de Maria do Rosário, eram machistas e a desqualificavam.

Colegas de trabalho criticaram a atitude do humorista e criticaram Danilo.Além de rasgar a notificação, o apresentador também gravou um vídeo com uma resposta para a deputada federal, que repercutiu muito. #DeputadaMariaDoRosario