Foram horas de terapias devido às crises de pânico que o cantor sofria durante praticamente toda sua juventude. Junior formou dupla com sua irmã Sandy quando eles ainda eram crianças e ficaram famosos no meio artístico e a dupla recebeu o nome de Sandy e Junior.

O cantor revelou que sofreu #bullying durante grande parte de sua vida. Por muitos anos, o famoso foi alvo de boatos que afirmava que ele seria homossexual.

Por ser um rapaz com uma sensibilidade notória, ele acabou sendo vítima desses tipos de insinuações. Junior, que será papai em breve, durante uma entrevista, revelou que realmente não é homossexual. Porém, fazer essa revelação não foi tão simples como em outras entrevistas que ele concedeu.

Publicidade
Publicidade

A revelação foi feita durante uma conversa esclarecedora entre Junior e Fernando Grostein, cineasta e irmão do famosíssimo apresentador de televisão Luciano Huck.

'Me incomodava', desabafa Junior Lima em relação aos boatos que afirmavam que era gay

Ele decidiu abrir o coração e confessar que a verdade é que ele sempre se sentia de certa forma incomodado quando alguém ou alguma reportagem colocava em questão à sua sexualidade, insinuando que era homossexual. Ele aproveitou o momento e também revelou que ter amigos homossexuais nunca foi um problema para ele.

Inclusive, o seu entrevistador, Fernando Grostein, é homossexual assumido. Embora Junior afirme nunca ter enfrentado problemas para se relacionar com amigos homossexuais, ele acabou confessando que não foi fácil lidar com o fato de que outras pessoas ficassem insinuando o tempo todo que ele era #gay.

Publicidade

Durante a entrevista, o cantor disse que, embora fingisse que não ficava incomodado com tantas insinuações, no fundo ele se sentia profundamente incomodado. Junior é casado com Mônica Benini e ela está grávida do primeiro filho dele, que irá nascer em poucas semanas.

Junior explicou como fez para superar o bullying na escola

O cantor não teve uma adolescência tão fácil quanto as pessoas imaginam. Quando tinha 14 anos de idade, ele passou por poucas e boas no colégio em que estudava. Mesmo sendo tão jovem, Junior já era uma cantor famoso no país inteiro e não podia sair agredindo os seus colegas sempre que fosse ofendido por insinuações constrangedoras.

Ele revelou que precisou por muitas e muitas vezes se fingir de surdo e tinha que seguir um dia após o outro como se não escutasse nenhuma ofensa. É evidente que essas coisas não fizeram muito bem para o emocional do músico e ele precisou recorrer à terapia para conseguir superar essa fase.

Depois de muito tratamento, o cantor acredita que os colegas de escolha que o humilhavam estavam apenas seguindo uma cultura de modelo machista que está impregnada em quase toda a sociedade.

No vídeo abaixo, #Junior Lima faz confissões sobre sua vida e sobre sua sexualidade:

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante e ajuda no diálogo.