O mês de junho mal chegou e a famosa cantora de forró Elba Ramalho, de 65 anos, já se encontra no meio de uma #Polêmica.

A conhecida artista e ex-esposa do ator Maurício Mattar vem dando o que falar desde a tarde de segunda-feira (5), quando aparece "sentando a lenha" no monopólio da música sertaneja em uma entrevista. Todo o desabafo da artista aconteceu durante uma apresentação na cidade de Caruaru, Pernambuco, e viralizou nas redes sociais.

Elba se viu envolvida em uma grande "mal entendido", após tecer comentários sobre a "moda" da música sertaneja invadir as tradicionalíssimas festa juninas, ao reclamar, mesmo que de maneira indireta, dos governos municipais de cidades onde as festas são realizadas.

Publicidade
Publicidade

As cidades de Campina Grande, no interior da Paraíba, que é responsável pela festa junina intitulada como o "Maior São João do Mundo", e a tradicional festa de Caruaru, em Pernambuco, foram os principais alvos da cantora, que mostrou que não tem papas na língua.

A artista criticou a presença massiva de cantores sertanejos nas atrações, e a falta de cantores tradicionais de forró nas edições de 2017 dos eventos nordestinos. Apesar das críticas, Elba fez questão de frisar que não tem nada contra cantores sertanejos, mas lembrou que nunca tocou em um evento tipicamente sertanejo, como a festa da cidade de Barretos, no interior paulista.

"Eu não tenho nada contra artista nenhum, nunca tive nada contra nenhum sertanejo. Tem espaço pra todo mundo, no céu cabem todas as estrelas e ninguém tem a necessidade de atropelar o outro.

Publicidade

Mas eu nunca cantei na festa de Barretos, o Domiguinhos (morto em 2013) também nunca cantou. A festa pertence a eles, aos sertanejos", desabafou.

"Eu reclamei bastante cara, o São João da Paraíba está mais comprometido que o daqui. Aí quando chega em Campina Grande, não ter os cantores tradicionais como Alcymar Monteiro. Não existe São João sem forró! Eu não quero ir pra uma festa que não toque forró ", afirmou.

O desabafo da cantora se uniu ao de diversos artistas, em sua maioria pernambucanos e paraibanos, que pedem a volta das festividades em sua forma raiz, com o autêntico forró pé de serra como carro-chefe das festividades.

A campanha #DevolvaMeuSãoJoão vem fazendo sucesso entre os mais nostálgicos e com artistas da categoria, que pede o fim da substituição de atrações tradicionais por bandas de forró "estilizado" (como o cantor Wesley Safadão) e de duplas sertanejas. #ElbaRamalho #SãoJoão