Grande parte do Brasil tem se sensibilizado e está orando para que a apresentadora do SBT #Eliana tenha um bom parto depois das complicações. Eliana retribui o carinho dos fãs do jeito que pode e que é possível, nesta fase que exige repouso. Vivendo uma gravidez de risco por um deslocamento de placenta, a apresentadora precisa ficar de repouso e acamada em grande parte do tempo. Mas seguindo à risca todas as recomendações médicas, dietas e repousos, Eliana tem conseguido superar o momento tão difícil.

Eliana, que está no sexto mês de gestação de #Manuela, nome escolhido pelo casal, temia ter que fazer o parto muito prematuro, o que reduziria as chances de sobrevivência da pequena.

Publicidade
Publicidade

Sempre com o apoio do marido, Adriano Ricco, que é diretor do programa de Luciano Huck na Globo, e de sua mãe dona Eva, Eliana agora comemora ter passado pelos momentos mais críticos da gestação.

Manuela está crescendo e se desenvolvendo rápido

Eliana fez uma postagem de Manuela em seu ventre e rapidamente o post viralizou. Com quase 500 mil curtidas, ela celebrava o sexto mês de vida da pequena Manu. Ela disse que a menina está crescendo, e engordando, e a cada dia mais feliz na barriga da mãe. Agradeceu também as orações e as 'good vibes' dos fãs, e reconheceu a importância desses atos. Ela também afirmou que neste sábado, 1 de julho, vai comemorar o chá da Manu, mesmo em repouso. Por fim disse que chegou a hora de pensar no quarto e enxoval da pequena, que daqui a pouco vem ao mundo.

Publicidade

Não se sabe ao certo quando será o parto de Manu, mas pela foto da ultrassonografia 3D, já dá pra ver que a menina está muito bem e, por decisão médica, já dito por Eliana, ela nascerá de forma prematura (algumas semanas), mas será mantida no ventre enquanto for possível. Na foto também já dá para ver os traços do rostinho da bebê.

Eliana recebeu uma alta temporária e foi para a casa da mãe

Dona Eva, mãe de Eliana está sendo a responsável pelos cuidados da apresentadora do SBT, durante esse período de alta temporária. A alta se encerra no início de julho e, a partir daí, ela ficará internada até o parto, que será uma cesárea. Sabe-se que, como dito, o parto não acontecerá no nono mês.

Eliana correu risco de um aborto natural

Um pouco antes do terceiro mês, Eliana teve que fazer um procedimento cirúrgico para manter o feto no útero. Logo depois, a apresentadora, que foi substituída por Patrícia Abravanel, teve um descolamento de placenta que gerou muita tensão. Caso ela não repousasse, corria risco do organismo não segurar o feto e ocorrer um aborto espontâneo. Contando com a fé, excelentes médicos e uma colaboração ímpar da apresentadora, hoje, no sexto mês, a situação foi completamente controlada e tudo corre dentro do previsto.

Veja a foto de Manuela, a filha de Eliana

#estado de saúde