Neste domingo (18), a versão online do jornal carioca Extra publicou uma matéria sobre as cantoras Maria Bethânia e Gal Costa. Elas são grandes representantes da Música Popular Brasileira (MPB). No entanto, as ex-amigas não se falam há mais de dez anos. O motivo para que fez com que as artistas não se suportem mais é um grande mistério. Ele voltou à tona recentemente, quando #Gal Costa, que completou 50 anos de carreira, ganhou um documentário sobre sua trajetória. Em 'O nome dela é Gal', momentos importantes, mas também delicados da vida de Costa foram lembrados, como a desavença histórica com #Maria Bethânia.

Bethânia se diz surpresa ao ser convidada a falar de ex-amiga

No documentário, Maria Bethânia não esconde a surpresa por ter sido convidada a dar um depoimento sobre a ex-amiga.

Publicidade
Publicidade

Ela diz que as duas, que no passado foram unha e carne, encontraram-se pela última vez no ano de 2002. Na ocasião, além delas, Gilberto Gil e Caetano Veloso também se uniram para fazer uma nova roupagem de 'Doces Bárbaros', álbum que marcou a trajetória dos quatro artistas citados. No entanto, depois dessa reedição do sucesso do passado, elas nunca mais se falaram, nem mesmo por telefone.

Gesto carinhoso durante momento difícil

Há cinco anos, no entanto, Gal Costa quebrou o silêncio. Naquele período, a mãe de Bethânia, Dona Canô, acabou falecendo. Gal fez questão de mandar uma mensagem de pêsames para a ex-amiga. O gesto foi uma forma de retribuir o que Maria fez em 1993, quando Bethânia foi ao enterro da mãe da cantora de voz inconfundível. No documentário, fica dito que as duas, naquele período, já estavam sem se falar por muito tempo.

Publicidade

Elas apenas seguiram o rito profissional, no qual dividiram o palco algumas vezes.

Ensaio de namoro e distância geográfica

O documentário ainda lembra que as duas profissionais da música começaram sua carreira de sucesso praticamente ao mesmo tempo. Na década de 1960, elas chegaram a ensaiar um namoro e dividiram por muito tempo o mesmo camarim. Logo, as duas virariam rivais pela mídia. Uma tem voz inconfundível. A outra dramatiza no palco.

O filme ainda lembra que as duas, mesmo não se falando mais, chegaram a morar no mesmo bairro, São Conrado, no Rio de Janeiro. A especulação imobiliária fez Gal ter muitas mudanças e hoje a distância entre as duas é também geográfica. Antes de não se suportarem mais, Maria chegou a ir à uma apresentação de Costa, no ano de 1981.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes. #Famosos