Alguns meses se passaram após o #Big Brother Brasil e já tem ex-participante que sequer é lembrado pelos telespectadores. Quando estavam confinados, muitos falavam em seguir carreira na própria emissora, mas, infelizmente, isso ainda não aconteceu para nenhum deles.

As únicas ex-participantes que tem sido lembradas pela mídia são Emilly e #Vivian. Mesmo sem trabalho fixo, as duas ainda tem sido bastante comentadas na TV e nas redes sociais.

Para ocupar um pouco do tempo, Vivian lançou, recentemente, um canal no YouTube em que abordará diversos temas. No entanto, a ex-BBB não teve muita sorte com o lançamento do seu canal.

Publicidade
Publicidade

Na tarde dessa quinta-feira (1º), Vivian gravou um vídeo dizendo que está passando muito mal. Ela disse estar com um crise alérgica difícil de controlar. Segundo ela, a crise fica ainda mais forte quando está em contato com sua cadelinha. "Eu acho que quem está me causando rinite é a Belinha, o pelo dela... Tô podre", disse.

Nas imagens, é possível ver o rosto de Vivian um pouco inchado e o nariz vermelho. Os seguidores desejaram melhoras e pediram para evitar contato com a Belinha até que melhore.

Assim como Vivian, Emilly também tem seus planos para seguir a carreira artística. Para conseguir trabalho com maior facilidade, Emilly, Mayla e o pai deixaram Rio Grande do Sul e se mudaram para o Rio de Janeiro. Em entrevistas, Emilly disse que está investindo pesado em sua carreira de atriz.

Publicidade

Ela tem estudado bastante e feito cursos profissionalizantes.

Mesmo o programa já tendo terminado há meses, Emilly ainda é considerada por muitos telespectadores como vilã. Ainda roda nas redes sociais um vídeo em que ela aparece conversando com o ex-namorado Marcos. No vídeo ela aparecendo falando para o ex que um de seus objetivos caso ganhasse o prêmio seria pagar uma "faculdade pública".

Cansada de ouvir piadas com sobre a frase, Emilly fez uma postagem, recentemente, explicando o sentido da sua frase. Ela falou que, mesmo não havendo despesas com mensalidades, para estudar em uma universidade pública é necessário dinheiro. Ela disse que nem todas as pessoas têm direito para pagar transporte, material escolar e alimentação.

"A todos que ficam zombando do fato de eu ter dito não ter condições de fazer uma faculdade pública, se esquecem que precisamos de condução, de alimentação, de livros e material didático. Até mesmo para fazer uma faculdade pública é necessário uma estrutura básica”, escreveu ela em seu Instagram.

#VivianEmanuel