De acordo com a jornalista e apresentadora Fabíola Reipert, que faz fofocas sobre famosos no programa "Balanço Geral SP", da Rede Record, a mãe do ex-vocalista da banda Restart, Leni Lanza, registrou um boletim de ocorrência na delegacia do Morumbi, na capital paulista, relatando agressões por parte do filho e da nora.

Segundo a mãe do cantor, a confusão começou porque ela teria pedido para a nora, Gabriela Merjan, sair do seu apartamento. O filho Pe Lanza não gostou do pedido feito por sua mãe e a teria agredido com socos nas costas e nos braços, sendo ajudado por sua namorada, que teria agredido Leni com uma panela.

Na tarde desta segunda-feira (19), o cantor deu uma entrevista por telefone ao jornalístico "Cidade Alerta", da Rede Record.

Publicidade
Publicidade

Ele contou que estava viajando para o Rio de Janeiro e recebeu uma ligação da jornalista Fabíola Reipert falando sobre o boletim de ocorrência e que tinha agredido a própria mãe.

"Eu fiquei em choque, a história foi distorcida. Esta parte que fala que minha namorada agrediu minha mãe com uma panela é mentira! As duas estavam brigando e eu consegui separá-las. Minha mãe pegou a panela para bater na Gabriela e quando percebeu que eu estava filmando, ela soltou a panela. Eu tenho o vídeo", contou Pe Lanza.

"Eu não agredi minha mãe, ela que nos agrediu física e verbalmente. Ela é muito sozinha e acredito que esteja em depressão", disparou o cantor. Gabriela Merjan, usou seu perfil no Instagram para contar sua versão dos fatos. Segunda ela, a sogra a agrediu com tapas e xingamentos e que o namorado não bateu na mãe.

Publicidade

"Estou com as pernas e os braços roxos de tanto soco e porrada que ela me deu. Ele não agrediu a mãe, quem saiu no tapa foi eu e ela!", postou Gabriela.

De acordo com Gabriela, ela apenas se defendeu. "Ela sempre me xingou e eu sempre aguentei calada. Neste dia. ela me xingou e eu revidei, ela não gostou e veio pra cima de mim, eu apenas me defendi. O Pe Lanza gritou para pararmos, mas ela não largava meu cabelo, eu estava no chão e ela continuou me agredindo. O Pedro conseguiu segurar os braços dela e eu falei que ia embora. Ela pegou uma tesoura e começou a gritar dizendo que ia me matar e eu me tranquei no quarto", escreveu a jovem.

Os seguidores de Gabriela aconselharam a moça a fazer também um boletim de ocorrência relatando a sua versão dos fatos. A jovem respondeu que isso tudo aconteceu na quarta-feira passada (14) e que ela já estava no Rio de Janeiro quando soube dessa suposta agressão e que vai procurar a polícia para esclarecer a história, até mesmo para se proteger.

A assessoria do cantor divulgou, através de nota, que não comentará o caso e que apenas cuida da agenda de shows do artista. #Violência doméstica #Pê Lanza #Pe Lanza acusado de agressão