Não é de hoje que a Globo fala em renovar seus elencos. O objetivo é trazer gente nova e com salários mais baixos. Outro objetivo da emissora também é tornar os contratos mais enxutos, mais curtos e de preferência, por empreitada, ou seja, fazer contrato de elenco apenas para uma obra de ficção e nada mais.

Se engana quem acha que só os atores menos expressivos tem sofrido com a nova estratégia de redução de custos da Globo. Até Galvão Bueno, com seus R$ 5 milhões mensais, teve regalias cotadas.

Recentemente, foi anunciado que Galvão Bueno não viajaria mais para as transmissões da Fórmula 1 e provavelmente para jogos da Seleção Brasileira.

Publicidade
Publicidade

Tudo porque, segundo relatam os meios de informação, além dos altos custos de viagem, Galvão gostava de fazer jantares homéricos com vinhos caríssimos. A Globo cortou isso.

Agora quem sofre com os cortes é o núcleo humorístico da emissora. O "#Zorra Total" foi a bola da vez. Depois da reformulação geral, sem contar mais com personagens e quadros fixos que notabilizavam alguns atores, a atração se transformou em um ‘’Tá no Ar’’ aos sábados. Aliás, não por acaso, já que Marcius Melhem comanda os dois humorísticos.

Segundo o colunista Flávio Ricco, do site de notícias UOL, em outubro, quando terminarão as gravações dos programas que vão ao ar em 2017, uma faxina geral será feita na atração "Zorra Total". O objetivo é, principalmente, trazer novos nomes para o humor da casa.

A promessa é que em novembro, quando começam as gravações dos episódios de 2018, a atração já esteja completamente renovada.

Publicidade

Pelo que apurou o jornalista do UOL, são nada menos que 14 artistas perderão seus postos. Nomes antigos e tradicionais da atração, como Toni Tornado, José Santa Cruz e Tadeu Melo estão entre os que serão dispensados.

Demitidos do Zorra Total

Além desses, outros 11 nomes também darão adeus à atração dirigida por Marcius Melhem. O diretor, inclusive, já havia prometido uma mudança radical, ano a ano, para deixar mais dinâmico o "Zorra Total". Agora se confirma sua intenção com as 14 demissões.

Baseado na apuração de Flávio Ricco, os nomes que devem deixar a atração até outubro são, além de Toni, Santa Cruz e Tadeu, Anselmo Vasconcelos, Antônio Pedro, Isio Ghelman, Nizo Neto, Bernardo Schlegel, Renata Ricci, Renata Tobelem, Cris Pompeo, Claudio Cinti, Alexandre Regis e Roberto Guilherme

A Globo, procurada pelo colunista, confirmou que ocorrerão mudanças, mas não confirmou os nomes dos demitidos. Ressaltou também que as alterações já eram previstas desde o início das gravações dos episódios das temporadas de 2017.

Tadeu Melo será um dos demitidos.

Alexandre Régis não deve mais participar de ''Zorra Total''.

Cris Pompeo não terá o contrato renovado para 2018.

#Demissão #renovação de elenco