Parece que o programa Pânico está em total inferno astral. Com níveis de audiência cada vez mais baixos, recentemente entrou no rol de notícias por todo o país, quando numa atitude de extremo mau gosto, publicou uma nudez masculina frontal. Na verdade, foi muito mais bizarro que isso.

Num quadro chamado 'Poim na tela' onde o humorista Marvio Lúcio, o Carioca, imita o José Luiz Datena, quem chamou atenção foi o ator que representava o pastor e apóstolo Valdomiro Santiago. Durante o quadro, quando duas belas moças entram, com roupas menores, o ator aparece todo urinado. E num outro corte de câmera, pasmem, ele aparece com um diminuto pênis à mostra.

Publicidade
Publicidade

A cena bizarra foi ao ar no programa do último dia 4. A própria Bandeirantes repreendeu o Emílio Surita e os diretores do programa deixando de sobreaviso que, outra cena dessas, cabeças rolariam.

As críticas por causa da apelação, mostram que nem o público menos crítico aceitou bem a situação da apelação pelo humor. Nem ao menos contexto havia para a cena. Então tornou-se completamente gratuita a nudez.

E agora outra polêmica envolve o programa. O Pânico está sendo processado pelo concorrente #Encrenca da Rede TV.

Programa Encrenca da Rede TV processa Pânico na Band por plágio

Tudo começou quando o Pânico decidiu entrar no novo e original quadro que mostra e comenta vídeos engraçados da internet. Na verdade essa afirmação é repleta de sarcasmo, já que esse modelo é tão antigo quanto o Faustão na TV.

Publicidade

O próprio Fausto Silva, que aliás tem o maior salário da TV, já traz vídeos engraçados com o nome de 'Vídeo Cassetadas', desde os anos 90 (por curiosidade, saiba que o quadro usa realmente o neologismo, cassetada e não cacetada).

A direção da Rede TV decidiu bater o martelo e enfiar um processo goela abaixo da Band. E o motivo é este mesmo que você está pensando. Plágio por causa do quadro que era 'exclusivo' do Encrenca. O mesmo que mostra os comentários em vídeos engraçados.

Quem deu a notícia em primeira mão foi o colunista do UOL Ricardo Feltrin, que afirmou que a emissora de Amílcare Dallevo e Marcelo de Carvalho ajuizou uma ação pedindo R$ 600 mil de indenização do programa devido ao quadro supostamente plagiado. O processo foi aberto e distribuído para a 38ª Vara Cível de São Paulo e o juiz Nilson Wilfred Ivanhoé Pinheiro será o responsável por julgar o mérito da questão.

Por óbvio, é claro que a RedeTV! não pede apenas a indenização, mas também que o concorrente pare de exibir o quadro. Provavelmente os programas estejam se engalfinhando pela parca audiência. Se a moda pegar, talvez a Globo então processe os dois canais por #Plágio de seu quadro mais antigo, “Vídeo Cassetadas”, do “Domingão do Faustão”. #panico