O apresentador Luciano Huck é um dos nomes mais conhecidos do Brasil. Ele comanda, aos sábados, o 'Caldeirão do Huck'. Muita gente não sabe, mas o marido de Angélica tem um irmão homossexual. Fernando Grostein é cineasta e esteve recentemente gravando com o apresentador Pedro Bial. Fernando foi ao 'Conversa com Bial' e deu detalhes importantes sobre sua vida. Um deles foram segredos que ficaram guardados durante muito tempo, como, por exemplo, quando ele contou para o irmão que gostava sexualmente de outros homens. Fernando tinha 20 anos quando se assumiu para a família.

Luciano Huck teria pedido tempo para entender sexualidade de Fernando Grostein

O apresentador do 'Caldeirão' teria dito para o irmão que precisava de tempo para conseguir assimilar aquela informação.

Publicidade
Publicidade

#Luciano Huck teria dito ao parente cineasta que ele demorou 20 anos para assumir sua sexualidade e que agora a família também precisava de tempo para conseguir entender melhor isso. Fernando disse ao apresentador Pedro Bial que ama muito o seu parente e que ele é incrível. O entrevistado do ex-comandante do 'Big Brother Brasil' ainda revelou que, após esse fato, os dois acabaram se aproximando. "Na verdade é impossível você ter uma relação próxima a sua família sem falar quem você é", explicou o rapaz, surpreendendo muita gente ao falar de cara limpa sobre como sua família reage a isso tudo.

Fernando se emociona ao falar de apresentador da Globo e revela sua importância

O entrevistado confirma que após contar sobre sua sexualidade se aproximou bastante do comunicador e disse que ele é uma das melhores pessoas que conhece na vida.

Publicidade

Fernando também revelou que tem uma relação muito boa com o seu padrasto. Ele foi criado em uma família de um dos publicitários da Playboy. Mesmo com um ambiente mais machista, teve que passar pela situação de confessar qual era sua verdadeira sexualidade. Segundo o cineasta, Luciano Huck é praticamente um pai para ele e tem grande importância em sua vida. Ao falar sobre isso, o entrevistado ficou muito emocionado.

Saudades do pai falecido

No papo com Pedro Bial, o cineasta que hoje fala sobre a causa LGBT ainda lembrou de memórias que tem com o seu pai, que faleceu aos 41 anos, no ano de 1991. Ele afirma que, caso o parente ainda estivesse vivo, certamente, daria todo o apoio necessário nessa jornada.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de assuntos importantes à sociedade. #Famosos