Uma notícia está abalando fãs no mundo inteiro. O famoso astro do cinema Jim Carrey, que já encantou e divertiu muitas pessoas ao redor do mundo através de filmes de comédia, está sendo acusado de um crime gravíssimo; o artista canadense está sendo acusado de #Homicídio Culposo e poderá ir a julgamento.

Segundo informações reveladas por um famoso site de Los Angeles - EUA, o ator está sendo culpabilizado pela morte da ex-namorada Cathriona White, que cometeu suicídio por overdose de remédios.

O problema, segundo a publicação do site americano, é que #Jim Carrey teria fornecido os remédios com os quais a ex-namorada cometeu suicídio.

Publicidade
Publicidade

Cathriona White tirou a própria vida ainda jovem, com apenas 30 anos de idade.

O ator canadense e a jovem começaram o relacionamento no ano de 2012 e passavam por momentos afetivos turbulentos, separando e reatando algumas vezes, o que gerou muito desconforto emocional para ambas as partes. O relacionamento teve um fim trágico; Cathriona White foi encontrada morta perto do final de 2015. Muito abalado, Jim Carrey compareceu ao enterro e, na ocasião, disse estar profundamente triste com a morte de Cathriona White.

Porém, a família da jovem fez acusações contra o ator, relatando que ele seria culpado pela morte da ex-namorada, por causa da instabilidade no relacionamento e também porque o artista de cinema teria fornecido os remédios que foram utilizados por ela para tirar a própria vida.

Publicidade

A Justiça de Los Angeles, através da juíza Deirdre Hill, mostrou-se inclinada a aceitar as alegações feitas pela família da jovem e, em breve, anunciará sobre o andamento do caso e revelará se Jim Carrey irá de fato a julgamento por homicídio culposo.

Os advogados do ator dizem que o suicídio foi uma decisão pessoal de Cathriona White, ou seja, o ator não teria nenhuma ligação proposital com o suicídio da jovem, e estaria sendo sendo acusado injustamente.

Vale ressaltar que o incidente tem uma abordagem diferente nos EUA. Segundo a interpretação jurídica americana, o caso é considerado como homicídio culposo, que é quando a pessoa acusada não teve a intenção de matar. Já na abordagem jurídica do Brasil, o caso seria considerado como indução ao suicídio, que é quando o acusado, de alguma forma, induz a pessoa a se matar.

O ator Jim Carrey estrelou os filmes: "O Máscara", "O Mentiroso", "Ace Ventura - Um detetive diferente", "Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças"; entre outros, que divertiram e encantaram multidões, fazendo com que o ator tivesse uma legião de fãs no mundo todo.

Agora, está nas mãos da Justiça Americana decidir qual será o destino do ator.