Durante uma entrevista no Glastonbury Festival of Contemporary Performing Arts, que iniciou no dia 21 de junho e encerra no dia 25 de junho de 2017 e que ocorre em Pilton, na Inglaterra, o ator de cinema #Johnny Depp, conhecido no Brasil por ter feito a série de filmes 'Piratas do Caribe', fez uma piada (um tanto quanto de mau gosto) com referência ao atual presidente do Estados Unidos: Donald Trump. Não é a primeira vez que celebridades fazem piada com o então presidente dos EUA, e com isso percebemos claramente o descontentamento de muitos quando à sua gestão.

Piada

Johnny Depp inicia falando: "Eu acho que ele precisa de ajuda", e logo então pergunta para a multidão presente no evento: "Quando foi a última vez que um ator assassinou um Presidente?", e um leve sorriso sarcástico é percebido no rosto do ator hollywoodiano.

Publicidade
Publicidade

A multidão reage fortemente aos gritos e, em seguida, ele completa: "Não, não, eu não quero brincar com fogo, eu não sou o ator".

Claramente, Johnny Depp faz referência a John Wilkes Booth, um ator de teatro norte-americano que era veemente em seus protestos contra Lincoln e fortemente contrário à abolição da escravidão nos Estados Unidos e que assassinou o presidente Abraham Lincoln, em 14 de abril de 1865.

Vídeo do momento da entrevista:

Polêmicas

Não é a primeira vez que Depp entra em polêmicas: em agosto de 2016, Depp foi acusado de agredir sua então mulher, Amber Heard, e o vídeo do momento foi parar na internet, causando grande repercussão entre todos. O casal se separou oficialmente no início do ano de 2017.

Piadas com Presidente Trump

Não é a primeira vez, e provavelmente não será a última, que celebridades fazem piada com o então presidente norte-americano.

Publicidade

Em maio de 2017, a comediante e atriz norte-americana, Kathy Griffin, posou para uma foto que gerou muita polêmica. Na fotografia, feita pelo fotógrafo Tyler Shields, ela aparece segurando uma réplica da cabeça do presidente dos EUA, #Donald Trump.

Com isso, o presidente repudiou a atriz em seu Twitter. "Kathy Griffin deveria sentir vergonha do que ela fez. Meus filhos, em especial o de 11 anos, Barron, estão passando por um momento difícil por conta disso. Doente!", declarou Trump.

Apesar de suas desculpas, a comediante foi demitida da CNN e pretende ainda, processar o presidente e sua família por bullying.

"A mensagem é clara: fazer piada com o presidente te faz perder o emprego. Como resultado desse primeiro bullying que ela sofreu, Kathy tem sido retratada como uma vilã, tem recebido ameaças de morte, teve suas redes sociais e site fechados. Foi demitida de vários trabalhos e teve vários eventos cancelados. O Serviço Secreto tem pesquisado sobre ela, uma comediante!", diz Lisa Bloom, advogada de Kathy. #Polêmica