Junior Lima decidiu tirar todas as dúvidas sobre a sua orientação sexual e como a homossexualidade acabou se tornando um pesadelo, apenas por causa da opinião dos outros, que estava completamente errada. Tal como garante o site do portal “UOL”, em um desabafo muito comovente, no “YouTube”, o artista e irmão da famosa Sandy garantiu que nunca foi gay, mas que teve longas horas de terapia e crise de muito pânico ao longo dos anos por causa do que as outras pessoas pensavam e acabavam criticando. “Mas quando me chamavam de gay, no fundo eu me incomodava. Eu fingia que não, mas ficava, sim”, confessou Junior Lima, depois de ter garantido que é heterossexual e se sente muito bem resolvido ao lado da sua mulher, Monica Benini, esperando agora o seu primeiro filho.

Publicidade
Publicidade

De fato, apesar das mentalidades estarem evoluindo nos últimos anos, assuntos como a homossexualidade ainda continuam sendo motivos de ataques e insultos por parte de muitas pessoas intolerantes, que, por uma razão ou por outra, não conseguem respeitar a decisão das pessoas, uma decisão amorosa que as faz feliz e realizadas.

Apesar de nunca ter sido gay e de não ter nenhum problema com homossexualidade, Junior Lima acabou se tornando mais uma das muitas pessoas vítimas de bullying durante longos e muitos anos, apenas porque muitas pessoas achavam que ele teria um visual que poderia corresponder aos preconceitos que eles tinham das pessoas homossexuais. “Vivemos numa sociedade machista onde o premiado é aquele que pega mulher. Entender que não tinha que provar nada me fortaleceu.

Publicidade

Sou muito bem resolvido mas tudo tem seu preço. Foram longas horas de terapia e crises do pânico”, contou de forma surpreendente e emocionante durante sua entrevista no “YouTubehttp://br.blastingnews.com/tv-famosos/2017/06/arrasado-apos-beijo-com-thomaz-joao-guilherme-fala-de-larissa-manoela-e-detona-001743971.html”, como garante o site do portal “UOL”.

Rapidamente, nas redes sociais, muitos brasileiros ficaram bastante sensibilizados com as palavras de sofrimento e dor confessadas pelo cantor, torcendo para que seu depoimento possa dar força a todas aquelas pessoas que, por #Homofobia ou outros preconceitos, estejam sendo vítimas de insultos e ataques diariamente apenas por serem considerados diferentes. De fato, as autoridades brasileiras, bem como professores, estão agora, mas do que nunca, atentos ao bullying que acontece sobretudo com os mais jovens, tentando ao máximo educar as gerações mais novas para ser mais tolerantes e respeitosas para todas as pessoas que os rodeiam. #Luciano Huck