Depois de protagonizar um dos momentos mais polêmicos dos últimos dias, Danilo Gentili recebeu da Justiça uma ordem para remover o #Vídeo em que aparece ironizando a deputada Maria do Rosário.

A ordem foi expedida pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), através do desembargador Túlio de Oliveira Martins, que considera o conteúdo misógino e agressivo. Ele ainda destacou que Danilo cometeu um crime, e que poderá ser tratado na devida instância.

Segundo a decisão judicial, se o vídeo não for retirado do ar, o apresentador do The Noite deverá pagar R$ 500,00 diários como multa por descumprimento da lei, por tempo indeterminado.

Publicidade
Publicidade

A deputada Maria do Rosário usou o seu Twitter para comemorar a decisão da Justiça, e aproveitou para reiterar que se trata de uma decisão em prol das mulheres que desejam uma vida livre de ódio, e contra a humilhação e o desrespeito contra qualquer ser humano.

Já o apresentador do SBT não comentou nada abertamente, mas fez uma crítica velada em que diz que quando você está do lado “errado” a imprensa condena a sua piada e apoia a censura, mas se você estiver do lado “certo” pode até explodir uma criança na Europa que vão te tratar como suspeito.

Entenda o caso do vídeo polêmico

Toda a situação se deu na ocasião em que #Danilo Gentili recebeu pelo correio um comunicado da Justiça por conta de agressões passadas que fez à parlamentar Maria do Rosário.

No momento em que a correspondência chega, o apresentador ironiza a situação dizendo não saber por que ela está brava com ele, e em seguida começa a rasgar o comunicado judicial.

Publicidade

Não satisfeito, Danilo, após picar completamente o documento, esfrega o papel rasgado em suas genitálias, por dentro da calça. Então o vídeo é editado para o momento em que o apresentador reenvia os papéis de volta para Maria do Rosário.

Ele ainda escreve do lado de fora do envelope frases de ofensa, e diz que o conteúdo tem um “cheirinho especial”.

Quando a carta retornou ao endereço, o Deputado Paulo pimenta gravou um vídeo recebendo o envelope, e “poupando” Maria do Rosário da situação desconcertante.

O colega de partido ainda aproveitou o espaço para dizer que a deputada foi vítima de agressões covardes por parte de Danilo Gentili. Enquanto abre o envelope, Pimenta afirma que a pessoa que enviou é “podre”, além de usar os termos “sujo e fedido” para se referir ao apresentador.

Ele ainda chama Danilo de covarde, sem escrúpulos e sem moral, e diz que está feliz por Maria do Rosário ser poupada de abrir o tal envelope, que deverá voltar para o lixo de onde, segundo o deputado Paulo Pimenta, Danilo não deveria ter saído. Em nenhum momento, durante a gravação, o nome do apresentador é falado. #Polêmica