Leni de Cassia Lanza, mão do músico Pe Lanza, ex-integrante da banda Restart, registrou boletim de ocorrência contra o filho e a nora, Gabriela Merjan. A mãe do cantor alega que eles a agrediram.

Na última segunda feira, (19), o programa “Balanço Geral”, da Record TV, noticiou o caso em que o ex-vocalista teria agredido a própria mãe, juntamente com sua namorada.

A equipe de reportagens do programa teve acesso aos dois boletins de ocorrência registrados por Leni, em uma delegacia em São Paulo.

Os boletins foram feitos em dias diferentes, no primeiro, dia 8 de junho, ela alegou que Gabriela a teria agredido com mordidas, tapas e arranhões, enquanto apenas tentava segurar a nora.

Publicidade
Publicidade

Depois, no dia 10 de junho, em novo registro, ela disse que tanto Gabriela quanto Pe Lanza começaram a agredi-la após ela pedir que a nora fosse embora de sua casa. Pedro (nome verdadeiro do músico) não teria aceitado e teria jogado uma panela contra a mãe, que acabou por quebrar seu dedo.

Gabriela Merjan, por sua vez, escreveu em sua conta na rede social Instagram que apenas teria se defendido das agressões da sogra, que há muito tempo ela não era bem quista pela mãe do namorado. Disse que Leni foi xingá-la, e que ela sempre fazia isso, então desta vez ela não aguentou mais e resolveu xingar também.

Ela acusou Leni de chutar o seu cachorro, e disse que ela que cuidava do cachorro da sogra também, pois a mulher era depressiva e deixava o próprio animal meses sem banho e até mesmo sem comida.

Publicidade

No dia da briga, Gabriela disse que, após responder aos insultos da sogra, a mulher veio pra cima dela e ela revidou para se defender. Disse que Pedro apenas berrava para que as duas parassem, e que ela já estava no chão e a mulher não largava seus cabelos. Foi então que Pedro agarrou os braços da mãe, que, por sua vez, pegou uma tesoura e disse que mataria Gabriela.

“Foi então que eu falei que ia embora e me tranquei no quarto. Estou cheia de roxos nas pernas e cortes nos braços.” completou Gabriela.

Os fãs de Pe Lanza e Gabriela aconselharam que ela fizesse também boletim de ocorrência, e ela disse que estava no Rio de Janeiro quando soube que a mulher teria feito ocorrência da suposta agressão, mas que procuraria a policia.

Disse que a sogra era depressiva e muito ciumenta, e que nunca gostou de nenhuma das namoradas do filho.

A revista “Quem” tentou contato com o casal, mas não obteve retorno para saber maiores detalhes do caso. #Violência doméstica #Famosos #Crime